A noção de "poema" em Dominique Combe: revisitando o poema longo e o poema narrativo / The Notion of “Poem” in Dominique Combe: Revisiting the Long Poem and the Narrative Poem

Francine Fernandes Weiss Ricieri

Resumo


Resumo: Examinando a trajetória recente do épico no Ocidente (e poetas como Saint-John-Perse, Pound, Glissant), Dominique Combe propõe a recuperação da pertinência de certa questão do épico na reflexão teórica sobre poesia. Problematiza, ainda, aspectos paralelos à recusa teórica da presença do épico ou de suas transformações na Modernidade, como a continuidade de certa tradição de dissociação entre poema e narração, o que teria relações diretas com a história da poesia francesa (e com certa teoria dessa mesma poesia). Seus estudos ressaltam, por fim, possibilidades de entrelaçamento entre certa nostalgia do épico e a manutenção do lirismo. Tais questões contribuiriam com um movimento mais amplo de reflexões sobre “poemas” específicos, que recuperariam elementos narrativos, podendo ser mais longos e por vezes dialogar com a tradição épica. O objetivo deste ensaio é sinalizar como tais considerações parecem suscitar questões pertinentes também para a reflexão sobre a poesia escrita em língua portuguesa.

Palavras-chave: poesia, Dominique Combe, épico, lírico, poema narrativo, poema longo.

Abstract: Dominique Combe has approached the recent trajectory of the epic in the West referring to poets such as Saint-John-Perse, Pound, Glissant. Considering these cases, he assumes the pertinence of a certain question of the epic in the recent theoretical reflection on poetry. He also emphasizes that the theoretical refusal of the presence of the epic or its transformations in Modernity implies parallel aspects such as the maintenance of a certain tradition of dissociation between poem and narration. This would have direct relations with the history of French poetry (and with a certain theory of this same poetry). His studies highlight, finally, possibilities of interweaving a certain epic nostalgia and the maintenance of lyricism. Such questions seem to contribute to a broader movement of reflections on specific “poems” recovering narrative elements. Such poems can be longer and sometimes dialogue with the epic tradition. The purpose of this essay is to indicate how such considerations seem to raise pertinent questions also for the reflection on poetry written in Portuguese.

Keywords: poetry, Dominique Combe, epic, lyric, narrative poem, long poem.


Palavras-chave


poetry, Dominique Combe, epic, lyric, narrative poem, long poem.

Texto completo:

PDF

Referências


BERARDINELLI, Alfonso. Da poesia à prosa. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

COMBE, Dominique. A referência desdobrada: o sujeito lírico entre ficção e autobiografia. Tradução de Vagner Camilo e Iside Mesquita. Revista USP, Seção Arquivo, n. 84, p. 112-128, dez. 2009-fev. 2010.

COMBE, Dominique. L’épopée à l’époque moderne. In: ALVES, Ida; PEDROSA, Célia (Org.). Subjetividades em devir: estudos de poesia moderna e contemporânea. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2008. p. 51-62.

COMBE, Dominique. Les genres littéraires. Paris: Hachette, 1992.

COMBE, Dominique. Poésie et récit: une rhétorique des genres. Paris: José Corti, 1989.

COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria: literatura e senso comum. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.

DE MAN, Paul. O ponto de vista da cegueira: ensaios sobre a retórica da crítica contemporânea. Lisboa: Angelus Novus: Cotovia, 1999.

DRUMMOND, Carlos de. Claro enigma (1951). In: ______. Poesia e prosa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1988. p. 242-244.

HAMBURGUER, Michael. A verdade da poesia. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

MOURA, V. G. Recensão crítica a Uma viagem à Índia, de Gonçalo M. Tavares. Revista Colóquio/Letras: Recensões Críticas, Lisboa, n. 177, p. 271-274, maio 2011.

NEIVA, Saulo. Avatares da epopeia na poesia brasileira do final do século XX. Recife: Massangana/Fundação Joaquim Nabuco, 2009.

PAZ, Octavio. Cantar e contar (sobre o poema extenso). In: ______. A outra voz. São Paulo: Siciliano, 1993. p. 11-31.

SISCAR, Marcos. De volta ao fim. Rio de Janeiro: 7Letras, 2016.

TAVARES, Gonçalo M. Uma viagem à Índia: melancolia contemporânea (um itinerário). São Paulo: Leya, 2010.

TELES, G. M. Recepção de Camões na literatura brasileira. In: SILVA, Vítor M. de A. (Org.). Dicionário de Luís de Camões. São Paulo: Leya, 2011. p.754-772.

TERRON, Joca Reiners. Ler para ter lucidez: entrevista com Gonçalo M. Tavares. Revista Entrelivros, ed. 29, set. 2007. Disponível em: http://www2.uol.com.br/entrelivros/artigos/entrevista_goncalo_m__tavares_-ler_para_ter_lucidez-.html. Acesso em: 24 mar. 2018.

VILLAÇA, Alcides. Passos de Drummond. São Paulo: Cosac Naify, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.28.1.99-115

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Francine Fernandes Weiss Ricieri

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.