A reprodutibilidade técnica da obra cinematográfica – representação ou clonagem: uma análise crítica de um conceito básico de Walter Benjamin

Georg Otte

Resumo


Resumo: A reprodução técnica da obra de arte, um dos conceitos estéticos mais citados de Walter Benjamin, evidencia-se como um conceito ambíguo quando submetido a uma análise mais meticulosa. Este artigo visa mostrar que, para Benjamin, a “reprodução técnica” de uma fotografia ou de um filme significa duas coisas ao mesmo tempo: em primeiro lugar, a eliminação de qualquer distância estética entre o objeto e sua representação e, em segundo lugar, a multiplicação (clonagem) dessa representação na forma de um número infinito de cópias. A não-diferenciação entre os dois processos e sua fundição no termo reprodução corre o risco de resultar em alguns mal-entendidos.

Palavras-chave: Walter Benjamin; reprodução; representação; arte.

Abstract: The mechanical reproduction of the work of art, one of the most quoted aesthetic concepts of Walter Benjamin, turns out to be ambiguous when submitted to a closer analysis. The following article aims to show that for Benjamin the “mechanical reproduction” of a photograph or a film means two things at the same time: first, the elimination of any aesthetic distance between the object and its representation and, second, the multiplication (“cloning”) of this representation in an infinite number of identical copies. The non-differentiation between the two processes and their fusion in the term of reproduction may result in some misunderstandings.

Keywords: Walter Benjamin, reproduction, representation, art.


Palavras-chave


Walter Benjamin, reproduction, representation, art.

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas; Magia e Técnica, Arte e Política. Trad. Sergio Paulo Rouanet. Pref. Jeanne-Marie Gagnebin. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BENJAMIN, HABERMAS, HORKHEIMER, ADORNO. Textos escolhidos. Trad. José Lino Grünnewald et al. São Paulo: Abril Cultural, 1983. (Coleção “Os Pensadores”).

BENJAMIN, Walter. Origem do drama barroco alemão. Trad., apresentação e notas: Sergio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1984.

BENJAMIN, Walter. Gesammelte Schriften. Orgs. Rolf Tiedemann und Hermann Schweppenhäuser. Frankfurt: Suhrkamp Verlag, 1980. v. I-VI.

OTTE, Georg. Linha, choque e mônada. 1994. Tese (Doutorado em Literatura Comparada) - UFMG, Belo Horizonte, 1994.

OTTE, Georg. Vestígios de um materialismo estético em Walter Benjamin. Mímesis e Expressão. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2001.

WEBER, Max. Soziologie – Universalgeschichtliche Analysen – Politik. Org. Johannes Winckelmann. Stuttgart: Kröner, 1992.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.8.0.285-298

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Georg Otte

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.