A canção dos escombros: Walter Benjamin e a poesia brasileira contemporânea / Wreckage Song: Walter Benjamin and the Contemporary Brazilian Poetry

Gustavo Silveira Ribeiro

Resumo


Resumo: Estudo da presença multifacetada de uma imagem e de uma figura de pensamento da obra do filósofo e crítico alemão Walter Benjamin em poemas brasileiros do presente. O “anjo da História”, apresentado por Benjamin nas suas “Teses sobre o conceito da História” (1940) vai aparecer, de modos diferentes e distintos significados, em poemas de Haroldo de Campos, Carlito Azevedo e Guilherme Gontijo Flores – textos marcados pela interrogação pelos sentidos do tempo e por forte coeficiente político.

Palavras-chave: Walter Benjamin; poesia brasileira contemporânea; história; violência; política.

Abstract: Analysis of contemporary Brazilian poems that present a multifaceted image and a thinking figure that current appear in the work of the German philosopher and critic Walter Benjamin. The “Angel of History”, presented by Benjamin in his well famous “On the Concept of History” (1940) will appear, in different ways and with distinct meanings, in contemporary poems written by Haroldo de Campos, Carlito Azevedo and Guilherme Gontijo Flores. These poems usually question the meaning of time and present a strong political discussion.

Keywords: Walter Benjamin; contemporary Brazilian poetry; history; violence; politics.


Palavras-chave


Walter Benjamin; poesia brasileira contemporânea; história; violência; política; contemporary Brazilian poetry; history; violence; politics.

Texto completo:

PDF

Referências


ALCIDES, Sérgio. Píer. São Paulo: Ed. 34, 2012.

ARIEL, Marcelo. Tratado dos anjos afogados. São Paulo: LetraSelvagem, 2008.

AZEVEDO, Carlito. Monodrama. Rio de Janeiro: 7Letras, 2009.

BENJAMIN, Walter. O anjo da História. Tradução de João Barrento. Lisboa: Assírio & Alvim, 2009.

BENJAMIN, Walter. Origem do drama trágico alemão. Tradução de João Barrento. Lisboa: Assírio & Alvim, 2004.

CAMPOS, Haroldo. 2000. In: ______. Entremilênios. São Paulo: Perspectiva, 2009. p. 59-63.

DIDI-HUBERMAN, Georges. A imagem sobrevivente. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013.

FLORES, Guilherme Gontijo. Tróiades: remix para um próximo milênio. São Paulo: Patuá, 2015.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. O hino, a brisa e a tempestade: os anjos em Walter Benjamin. In: ______. Sete aulas sobre História, memória e linguagem. São Paulo: Imago, 1997. p. 123-135.

PORRÚA, Ana. Prólogo. In: AZEVEDO, Carlito. Monodrama. Tradução de Aníbal Cristobo. Barcelona: Kriller71 Ediciones, 2015. p. 7-21.

STERZI, Eduardo. Cadáveres, vagalumes, fogos-fátuos. In: Rufinoni, Simone Rossinetti; Redondo, Tercio (org.). Caminhos da lírica brasileira contemporânea: ensaios. São Paulo: Nankin, 2013. p. 37-50. Doi: https://doi.org/10.11606/issn.2318-7875.v1i1p3-14.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.29.2.119-136

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Gustavo Silveira Ribeiro

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.