O escritor e seu ofício: em busca da Teoria da Literatura

Marcus Vinicius Freitas

Resumo


Resumo: O presente artigo constitui a formulação das hipóteses e das linhas de análise de uma pesquisa sobre os elementos de teoria da literatura constantes das reflexões de diversos escritores da literatura brasileira sobre o ofício de escritor. O corpus da pesquisa inclui tanto poetas quanto prosadores de ficção, num arco temporal que vai do século XIX à contemporaneidade, com vista ao levantamento de reflexões e posições autorais sobre temas que se agrupam em dois campos, correspondentes à poesia e à prosa de ficção, respectivamente: a) inspiração poética, uso de formas fixas e ritmos, versificação, conceito de poesia, conceito de lírica, poesia e invenção, poesia e  tradição, poesia e outras artes, papel social do poeta, poesia e tradução; b) narrador, ponto de vista, conceitos de tempo e de espaço ficcionais, construção de personagens, construção autoral, representação da realidade na ficção, gêneros narrativos, literatura de ficção e outras artes, ficção e história, tradições narrativas, papel social do prosador de ficção, narrativa e tradução. O corpus privilegia autores que não tenham sido ou não sejam críticos profissionais, mas atém-se àqueles que, num momento eventual de suas trajetórias, sentiram a necessidade de fazer reflexões sobre o próprio ofício, seja através de livros especificamente dedicados ao tema e suas subdivisões, seja através de cartas, prefácios, memórias, crônicas, conferências ou entrevistas. O objetivo último do trabalho é o de construir uma visão geral dos problemas específicos da disciplina Teoria da Literatura através das reflexões dos escritores.

Palavras-chave: ofício do escritor, teoria da literatura, elementos da poesia, elementos da narrativa.

Abstract: The present paper displays the main hypotesis and approaches for a research project about elements of literary theory gathered from personal reflections made by several Brazilian writers on the task of writer. The scope includes poets as well as fictional writers ranking from XIXth century up to the present time. The project aims at taking into consideration authoral reflections concerned to two distinct fields, linked to poetry and narrative fiction respectively: a) poetic inspiration, use of poetical forms and rhythms,concept of poetry, concept of lyricism, invention and tradition, poetry and other arts, social role of poets, poetry and translation; b) narrator, narrative point-of-view, fictional time and space, character development, mimesis, narrative genres, novel and other arts, fiction and history, narrative tradition, social role of writers, translation. The research highlights poets and writers who have never been professional critics, focusing on those who, by chance or for personal interest, in a certain moment felt the necessity of reflecting on his/her own authorial work through personal letters, prefaces, memoirs, conferences, speeches, interviews or even books specifically dedicated to the theme. Evetually the present research project aims at building up a very course of Literary Theory throughout reflections brought up by poets and writers.

Keywords: task of writer, literary theory, poetic elements, narrative elements.


Palavras-chave


ofício do escritor; teoria da literatura; elementos da poesia; elementos da narrativa; task of writer; literary theory; poetic elements; narrative elements.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTI, Rafael. La arboleda perdida. Madrid: Alianza, 1998. 3 v.

ALENCAR, José de. Como e porque sou romancista. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv000311.pdf. Acesso em: 12 ago. 2009.

ANDRADE, Mário de (1943). Aspectos da literatura brasileira. Belo Horizonte: Itatiaia, 2002.

ANDRADE, Mário de. Cartas de trabalho: correspondência com Rodrigo Melo Franco de Andrade. Rio de Janeiro: MEC/SPHAN, [s. d.]. 191 p.

ANDRADE, Mário de. O movimento modernista. Rio de Janeiro: Casa do Estudante do Brasil, 1942.

ANJOS, Cyro dos. A criação literária. São Paulo: Ediouro, [s. d.].

ASSIS, Machado de. Ideal do crítico. In: ____. Crítica literária. Rio de Janeiro: Livro do Mês, 1962. p. 11-20. (Obras completas, v. 29).

ASSIS, Machado de. Literatura brasileira: Instinto de nacionalidade. In: ____. Crítica literária. Rio de Janeiro: Livro do Mês, 1962. p. 129-149. (Obras completas, v. 29.)

ASSIS, Machado de. O primo Basílio, por Eça de Queirós. In: ____. Crítica literária. Rio de Janeiro: Livro do Mês, 1962. p. 154-179. (Obras completas, v. 29.)

AUDEN, W. H. A mão do artista: ensaios sobre teatro, literatura e música. São Paulo: Siciliano, 1993.

AZEVEDO, Álvares de. Prefácio à segunda parte de A lira dos vinte anos. In: ____. Poesias completas. São Paulo: Saraiva, 1962. p. 151-153.

BANDEIRA, Manuel. Itinerário de Pasárgada. Rio de Janeiro: Record, 1984.

BAUDELAIRE, Charles. Escritos sobre a literatura. Madrid: Bruguera, 1984.

BILAC, Olavo; PASSOS, Guimarães. Tratado de versificação. Textos literários em meio eletrônico: Disponível em: http://www.cce.ufsc.br/~nupill/literatura/BT5531001.html. Acesso em: 12 ago. 2009. (edição original: Rio de Janeiro, 1905).

BROWNING, Robert. Robert Browning: a collection of critical essays. Edited by Philip Drew. London: Methuen, 1966.

CALVINO, Italo. Assunto encerrado: discursos sobre literatura e sociedade. Trad. Roberto Barni. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

COLERIDGE, Samuel Taylor. Biographia literaria. Edición E. Hegewicz. Barcelona: Labor, 1975.

COLERIDGE, Samuel Taylor. Inquiring spirit: a new presentation of Coleridge from his published and unpublished prose writings. London: Routledge & Paul, 1951.

COLERIDGE, Samuel Taylor. Selected poetry and prose. Edited by Elisabeth Schneider. New York: Rinehart, 1951.

COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria. Trad. Cleonice Paes Barreto Mourão e Consuelo Fortes Santiago. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

ECO, Umberto. Sobre a literatura. 2. ed. Trad. Eliana Aguiar. Rio de Janeiro: Record, 2003.

ECO, Umberto. Sobre algumas funções da literatura. In: Ensaios sobre a literatura. Trad. Eliana Aguiar. Rio de Janeiro: Record, 2003. p. 12.

ELIOT, Charles W. (1909). Prefaces and prologues to famous books. New York: Harvard Classics, 2006.

ELIOT, T. S. A tradição e o talento individual. In: ____. Ensaios. Org. Ivan Junqueira. São Paulo: Art Editora, 1989. p. 37-48.

FRIEIRO, Eduardo. A ilusão literária. 3. ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1983.

GOETHE, J. W. Escritos sobre literatura. Trad. Pedro Süssekind. São Paulo: Sete Letras, 2008.

GRAY, Alasdair. The book of prefaces. London: Bloomsbury, 2000.

GUILLÉN, Jorge. Lenguage y poesía. Madrid: Alianza, 1983.

GULLAR, Ferreira. Argumentação contra a morte da arte. Rio de Janeiro: Revan, 1993.

JAMES, Henry. A arte do romance – antologia de prefácios. Org. e trad. Marcelo Pen. São Paulo: Globo, 2003.

KUNDERA, Milan. A arte do romance. Org. e Trad. Marcelo Pen. Lisboa: Dom Quixote, 2002.

LIMA, Luiz Costa (Org.). Teoria da literatura em suas fontes. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. 2 v.

LINS, Osman. Guerra sem testemunhas: o escritor, sua condição e a realidade social. São Paulo: Martins, 1969.

LISPECTOR, Clarice. Correspondências. Org. Teresa Montero. Rio de Janeiro: Rocco, 2002.

LLOSA, Mário Vargas. Travessuras da menina má. Trad. Ari Roitman e Paulina Wacht. Rio de Janeiro: Objetiva, 2006.

LOBATO, Monteiro (1944). A barca de gleyre. São Paulo: Brasiliense, 1972.

LOVECRAFT, H. P. El horror en la literatura. Trad. Francisco T. Oliver. Madrid: Alianza, 1984.

MACHADO, Alcântara. Cavaquinho e saxofone. São Paulo: Martins, 1940.

MENDES, Murilo. Formação de biblioteca. São Paulo: Edusp, 1993.

MERQUIOR, José Guilherme. De Praga a Paris. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1991.

MONTELLO, Josué. Confissões de um romancista. In: ____. Romances e novelas. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1986. p. 13-72. v. I.

MORAES, Vinicius de. Prosa. In: ____. Poesia completa e prosa. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1998. p. 855-1363.

NAVA, Pedro. Balão cativo. Rio de Janeiro: Sabiá/José Olympio, 1973.

NAVA, Pedro. Baú de ossos. Rio de Janeiro: Sabiá/José Olympio, 1972.

NAVA, Pedro. Beira-mar. Rio de Janeiro: José Olympio, 1978.

NAVA, Pedro. Chão de ferro. Rio de Janeiro: José Olympio, 1976.

NAVA, Pedro. Galo das trevas. Rio de Janeiro: José Olympio, 1981.

NAVA, Pedro. O círio perfeito. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1983.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Escolher e/é julgar. In: COLÓQUIO-LETRAS. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 65, p. 5-13, jan.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. História literária e julgamento de valor - I. In: COLÓQUIOLETRAS. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 77, p. 5-18, jan. 1984.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. História literária e julgamento de valor - II. In: COLÓQUIO-LETRAS. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 100, p. 24-41, dez. 1987.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. História literária e julgamento de valor. In: ____. Altas literaturas. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. p. 19-60.

PESSOA, Fernando Páginas de estética e de teoria e crítica literárias. Org. Georg R. Lind e Jacinto do P. Coelho. 2. ed. Lisboa: Ática, 1973.

POE, Edgar Allan. Filosofia da composição. In: ____. O corvo. Org. Wanderley Rodrigues Corrêa. São Paulo: Expressão, 1986. p. 5-14.

PROUST, Marcel. Contre Saint-Beuve: notas sobre crítica e literatura. Trad. Haroldo. Ramanzini. São Paulo: Iluminuras, 1988.

RAMOS, Graciliano. Linhas tortas. 19. ed. Rio de Janeiro: Record, 2003.

RAMOS, Graciliano. O fator econômico no romance brasileiro. In: ____. Linhas tortas. São Paulo: Martins, 1962. p. 258.

RAMOS, Graciliano. Romances. In: ____. Linhas tortas. São Paulo: Martins, 1962. p. 149.

RAMOS, Graciliano. Viventes das Alagoas. 19. ed. Rio de Janeiro: Record, 2007.

REGO, José Lins do. A palavra. In: ____. Conferências do Prata. Rio de Janeiro: Casa do Estudante do Brasil, 1946. p. 10-13.

REGO, José Lins do. Conferências no Prata. Rio de Janeiro: Casa do Estudante do Brasil, 1946.

REGO, José Lins do. Dias idos e vividos. Seleção e organização de Ivan Junqueira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.

ROSA, João Guimarães. Correspondência com seu tradutor alemão Kurt Meyer-Clason. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

ROSA, João Guimarães. Correspondência com seu tradutor italiano Edoardo Bizzarri. 3. ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

SABINO, Fernando; ANDRADE, Mário de. Cartas a um jovem escritor e suas respostas. Rio de Janeiro: Record, 2003.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. A sedução da palavra. Brasília: Letraviva, 2000.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. O enigma vazio. Rio de Janeiro: Rocco, 2008.

SENA, Jorge de. O reino da estupidez. Lisboa: Moraes, 1988.

SENA, Jorge de. Super flumina babilonis. In: ____. Novas andanças do demônio. Lisboa: Portugália, 1961. p. 149-155.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão. São Paulo: Basiliense, 1983.

SILVA, Alberto da Costa e. O pardal na janela. Rio de Janeiro: ABL, 2002.

SINGER, Isaac Bashevis. 47 contos. Trad. José Rubens Siqueira. São Paulo: Companhia. das Letras, 2004.

SINGER, Isaac Bashevis. Nobel Lecture, December 8th, 1978. Disponível em: http://nobelprize.org/nobel_prizes/literature/laureates/1978/singer-lecture.html. Acesso em: 10 ago. 2009.

TODOROV, Tzvetan. A literatura em perigo. Trad. Caio Meira. São Paulo: Difel, 2009.

TOLENTINO, Bruno. A sagração do poeta maldito. Entrevista concedida a Cláudia Cordeiro Reis. Disponível em: http://www.plataforma.paraapoesia.nom.br/2005btentrevista.htm. Acesso em: 05 ago. 2009.

TOLENTINO, Bruno. Quero o país de volta. Entrevista concedida a Geraldo Mayrink, publicada originalmente na revista Veja, 20 de março de 1996. Disponível em: http://oindividuo.com/2007/06/07/a-entrevista-de-bruno-tolentino-a-veja/. Acesso em: 5 ago. 2009.

VERÍSSIMO, Érico (1955). Breve história da literatura brasileira. Rio de Janeiro: Globo, 1995.

VERÍSSIMO, Érico. A liberdade de escrever: entrevistas sobre literatura e política. Org. Maria da Glória Bordini. Porto Alegre: UFRGS/EDIPUCRS, 1996.

VERÍSSIMO, Érico. Solo de clarineta. Porto Alegre: Globo, 1976.

WORDSWORTH, William. Prefaces to various volumes of poems. Appendix to Lyrical ballads. Essay supplementary to preface. In: CAXTON, William et al. Prefaces and prologues to famous books. New York: P. F. Collier, 1938. p. 281-306. (Harvard Classics, v. 39.)




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.20.2.183-198

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 Marcus Vinicius Freitas



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.