Futebol figurado: a linguagem das charges e das histórias em quadrinhos nas crônicas esportivas de José Lins do Rego / Figured Football: The Language of Cartoons and Comic Books in the Sports Chronicles of José Lins do Rego

Bernardo Borges Buarque de Hollanda

Resumo


Resumo: O artigo explora a incidência das charges e das personagens das histórias em quadrinhos nas crônicas esportivas de José Lins do Rego, escritas entre 1945 e 1957. Argumenta-se que a presença frequente da linguagem figurada na coluna do romancista paraibano no Jornal dos Sports deve ser analisada para além de uma idiossincrasia do autor. Tal linguagem constituiu, mais do que um adorno expressivo, uma estratégia de comunicação com amplos extratos de leitores aficionados por futebol, em particular pelos adeptos dos clubes da cidade do Rio de Janeiro. Com base em um debate mais geral sobre a questão da narrativa nas crônicas e sobre a difusão da cultura de massas no Brasil, por meio das HQs infanto-juvenis norte-americanas, mostra-se como Lins do Rego se valeu desse artifício comunicativo para fomentar as identidades clubísticas cariocas. Fez, assim, da crônica esportiva um veículo para se aproximar do imaginário dos torcedores, mediante mecanismos de identificação e de filiação passional aos times de futebol mais populares do Rio em meados do século 20.

Palavras-chave: futebol; cultura de massas; narrativas clubísticas.

Abstract: This paper analyzes the incidence of cartoons and comic books characters in sports chronicles written by José Lins do Rego from 1945 to 1957. It is argued that the frequent presence of figurative language in the novelist’s column in Jornal dos Sports should be considered more than an author’s idiosyncrasy or some kind of expressive ornament. Such language constitutes a communication strategy, for the author used large extracts of discourse of football fans, especially from supporters of clubs in Rio de Janeiro. Based on a more general debate on the question of narrative in chronicles and the spread of mass culture in Brazil through US juvenile comic books, we are able to see how Lins do Rego used this communicative strategy to foster club identity in Rio de Janeiro. The sports chronicle was a means for the author to get closer to the universe of supporters through mechanisms of identification and passional affiliation to the most popular football teams in Rio de Janeiro in the mid-twentieth century.

Keywords: football; mass culture; club narratives.


Palavras-chave


futebol; cultura de massas; narrativas clubísticas; football; mass culture; club narratives.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Mario de. Fantasia de Walt Disney. In: ANDRADE, Mario de. O baile das quatro artes. São Paulo: Martins, 1975. p. 67-83.

ARQUIVO Histórico do Jornal dos Sports. Rio de Janeiro: 1945-1957.

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. Trad. Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec, 2008.

CALDAS, Waldenyr. Cultura de massa e política de comunicações. São Paulo: Global, 1986.

CANDIDO, Antonio. A vida ao rés-do-chão. In: ______. Recortes. São Paulo: Companhia das Letras, 1993. p. 23-29.

COELHO, Teixeira. O que é indústria cultural? São Paulo: Brasiliense, 1980.

GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes: as idéias e o cotidiano de um moleiro perseguido pela inquisição. Trad. Maria Betânia Amoroso. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

LEITE LOPES, José Sérgio. A vitória do futebol que incorporou a pelada. Revista da USP – Dossiê Futebol, São Paulo, n. 22, p. 64-83, jun. 1994.

LIMA, Herman. História da caricatura no Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio, 1963. 2 v.

NEVES, Margarida de Souza. História da crônica. Crônica da história. In: RESENDE, Beatriz (Org.). Cronistas do Rio. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1994. p. 15-31.

NUNES, Benedito. Oswald canibal. São Paulo: Perspectiva, 1979.

PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda. Footballmania: uma história social do futebol no Rio de Janeiro (1902-1938). Rio de Janeiro: Nova Fronteira: 2001.

PESSOA, Flávio Mota de Lacerda. Humor político e social nas charges de Lorenzo Molas e Henfil no Jornal dos Sports. Projeto de Qualificação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em História Comparada (UFRJ). Rio de Janeiro: 2012.

RODRIGUES FILHO, Mario. O negro no futebol brasileiro. Prefácio de Gilberto Freyre. Rio de Janeiro: Mauad; FAPERJ, 2003.

SÁ, Jorge de. A crônica. São Paulo: Ática, 1985.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. O complexo de Zé Carioca: notas sobre uma identidade mestiça e malandra. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, n. 29, out. 1995.

SILVA, Marcelino Rodrigues da. Mil e uma noites do futebol: o Brasil moderno de Mario Filho. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2003.

SOARES, Antônio Jorge. Futebol, raça e nacionalidade no Brasil – releitura da história oficial. 1998. Tese (Doutorado em Educação Física). Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro.

SOARES, Antônio Jorge; HELAL, Ronaldo; LOVISOLO, Hugo. A invenção do país do futebol: mídia, raça e idolatria. Rio de Janeiro: Mauad, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.22.2.29-44

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 Bernardo Borges Buarque de Hollanda



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.