Sobre a definição terminológica

Bruna Elisa da Costa Moreira

Resumo


O presente artigo aborda aspectos que concernem à prática lexicográfica e terminográfica; particularmente, a questão da definição. O objetivo é prover um modelo satisfatório de definição terminológica e, para tanto, este estudo pretende investigar, na prática, como se elabora uma definição lexicográfica, de modo a consubstanciar tal modelo. De caráter descritivo e analítico, o trabalho é baseado em revisão de literatura, bem como na análise de definições de cinco obras – (i) Oxford English dictionary (ii) Cambridge dictionary; (iii) Dicionário de usos do português do Brasil; (iv) Dicionário Houaiss da língua portuguesa; e (v) Wordnik online dictionary. O artigo orienta-se pelos procedimentos metodológicos do “Roteiro para avaliação de dicionários e glossários científicos e técnicos”, de Faulstich (2011), e apresenta como resultado um modelo simples e conciso de definição terminológica, concluindo com alguns exemplos da aplicação desse modelo.


Palavras-chave


terminologia; lexicografia; definição; dicionário.

Texto completo:

PDF

Referências


BESSÉ, B. D. Terminological definitions. In: WRIGHT, S. E.; BUDIN, G. (Org.). Handbook of terminology management. Amsterdam, Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 1997. v. 1, p. 63-74.

BORBA, F. S. et al. Dicionário de usos do português do Brasil. São Paulo: Editora Ática, 2002.

BORBA, F. S. Uma gramática de valências para o português. São Paulo: Editora Ática, 1996.

CABRÉ, M. T. La terminologia. Teoria, metodologia, aplicaciones. Barcelona: Antártida, Empúries, 1993.

CAMBRIDGE DICTIONARY. [S.l.]: Cambridge University Press, c2016. On-line. Disponível em: http://dictionary.cambridge.org/. Acesso em: 10 abr. 2016.

COSTA, B E. A categoria do verbo em terminologia. In: ENCONTRO DE LETRAS DA UCB, 7., 2009, Brasília, DF. Anais... Brasília: UCB, 2009. p. 60-86.

COSTA, B. E. Brasileirismos terminológicos: estado de verbos em ação e processo. 2008. 198 p. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Instituto de Letras, Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

DUBUC, R.; LAURISTON, A. Terms and contexts. In: WRIGHT, S. E.; BUDIN, G. (Org.). Handbook of terminology management. Amsterdam, Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 1997. v. 1, p. 80-87.

FAULSTICH, E. Avaliação de dicionários: uma proposta metodológica. Organon: Revista da Faculdade da Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, v. 25, n. 50, não paginado, 2011.

FAULSTICH, E. Características conceituais que distinguem o que é de para que serve nas definições de terminologias científica e técnica. Trabalho apresentado no IX Encontro Intermediário do Grupo de Trabalho de Lexicologia, Lexicografia e Terminologia da ANPOLL. Caxias do Sul, RS, 2013. Não publicado. Não paginado. Disponível em: http://bit.ly/2iJ5UGI. Acesso em: 9 abr. 2016.

FERREIRA, A. M. D. A. Para um vocabulário fundamental da obra de Milton Santos (com equivalência em francês). 2000. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

FINATTO, M. J. B. F. A definição terminológica do dicionário TERMISUL: expressão lingüística de relações conceptuais complexas. In: OLIVEIRA, A. M. P. P. D.; ISQUERDO, A. N. (Org.). As ciências do léxico. Lexicologia, lexicografia, terminologia. Campo Grande: Editora UFMS, 1998. p. 211-224.

HOUAISS, A. et al. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Versão monousuário 3.0. Instituto Antonio Houaiss. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2009. 1 CD.

OXFORD ENGLISH DICTIONARY. [S.l.]: Oxford University Press, c2016. On-line. Disponível em: https://en.oxforddictionaries.com/definition/online. Acesso em: 9 abr. 2016.

PAVEL, S.; NOLET, D. Manual de terminologia. Adaptação para a língua portuguesa de Enilde Faulstich. Canada: Public Works and Government Services, 2002.

STREHLOW, R. A. Frames and the display of definitions. In: WRIGHT, S. E.; BUDIN, G. (Org.). Handbook of terminology management. Amsterdam, Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 1997. v. 1, p. 75-79.

VILARINHO, M. M. D. O. Proposta de dicionário informatizado analógico de língua portuguesa. 2013. 306 p. Tese (Doutorado em Linguística) – Instituto de Letras, Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

WORDNIK ONLINE DICTIONARY. Millbrae, CA: Wordnik, [s.d.]. Disponível em: https://www.wordnik.com/. Acesso em: 9 abr. 2016.

WÜSTER, E. La teoria general de la terminologia: una zona fronterera entre la lingüística, la lògica, l’ontologia, la informàtica i les ciènces especialitzades. In: CABRÉ, M. T. (Org.). Terminologia. Seleção de textos de E. Wüster. Barcelona: Servel de Llengua Catalana, Universitat de Barcelona, 1996. p. 153-204.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2238-3824.21.2.69-93

Apontamentos

  • Não há apontamentos.