As vozes silenciadas: Entre amigos, de Amós Oz

Juliana Portenoy Schlesinger

Resumo


Este artigo propõe que Entre amigos, 2012, romance de Amós Oz, seja lido como adendo à produção literária israelense da Geração da Terra, ao ser constituído por pequenas histórias e por privilegiar pequenos personagens complexos e ambivalentes, na tentativa de se reconciliar com os dilemas pessoais que foram reprimidos na década de 1950. Entre amigos, no entanto, não se priva de valores coletivos. Ao contrário, é a partir deles que o indivíduo emerge.

Palavras-chave


Geração da Terra. Amós Oz. Silêncio.

Texto completo:

PDF

Referências


HERZOG, Omri. Bein chaverim shel Amos OZ: leistakel achora velo bezaam (Entre amigos, de Amós Oz: olhar para trás sem raiva). Haaretz. 21 mar. 2012. Disponível em: . Acesso em: 8 nov. 2016.

HOWE, Irving. A política e o romance. Trad. Margarida Goldsztajn. São Paulo: Editora Perspectiva, 1998.

MANGUEL, Alberto. Between Friends by Amos Oz – review. 8 mai. 2013. The Guardian. . Acesso em: 8 nov. 2016.

OZ, Amos. Entre amigos. Trad. Paulo Geiger. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

ROZENCHAN, Nancy. Literatura hebraica: vertentes do século XX. São Paulo: Associação Editorial Humanitas, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1982-3053.11.20.171-178

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




© Copyright 2007 Arquivo Maaravi: Revista Digital de Estudos Judaicos da UFMG - ISSN: 1982-3053.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.