A formação da identidade de judeus e palestinos nos meios de comunicação: como se deu cobertura da Invasão da Faixa de Gaza em 2014 pelas principais revistas brasileiras

André Melo Mendes, Juliana Ferreira

Resumo


Esse artigo busca entender como os palestinos e os judeus foram representados nas páginas das revistas semanais Veja, Istoé e Carta Capital em julho de 2014, quando se deu a operação conhecida como Margem Protetora. Para isso, foram trabalhadas as noções acontecimento (a partir das ideias de Louis Queré) e de enquadramento (Erwin Goffman). Ao operacionalizar tais conceitos, utilizamos como ferramenta uma análise imagética e textual baseada nos princípios de Erwin Panofsky e Roland Barthes, além do conceito de pathosformeln que Aby Warburg desenvolveu para compreender como uma imagem é capaz de sobreviver no universo simbólico de uma certa sociedade. O artigo conclui que as quatro revistas apresentaram diferentes narrativas para o mesmo acontecimento, assim como identidades distintas para os atores envolvidos nesse acontecimento. Todas as revistas utilizaram imagens que evocam a iconografia cristã.


Palavras-chave


Identidade. Pathosformeln. Iconografia Cristã.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Ninfas. Trad. Renato Ambrósio. São Paulo: Hedra, 2012.

DIDI-HUBERMAN, Georges. A imagem sobrevivente: História da arte e tempo dos fantasmas segundo Aby Warburg. Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013.

GALARD, Jean. Beleza exorbitante. Trad. Iraci D. Poleti. São Paulo: Editora FAP-UNIFESP, 2012.

GINSBURG, Carlo. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. Trad. Federico Carotti. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

GINSBURG, Carlo. Medo, reverência, terror: quatro ensaios de iconografia política. Trad. Federico Carotti, Joana Angélica Melo, Julio Castañon. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

MENDES, André Melo. Metodologia para análise de imagens fixas. Belo Horizonte: PPGCOM UFMG, 2019.

QUÉRE, Louis. A dupla vida do acontecimento: por um realismo pragmatista. In: FRANÇA, Vera Regina Veiga; OLIVEIRA, Luciana (Org). Acontecimento: reverberações. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

ROUILLÉ, André. A fotografia: entre documento e arte contemporânea. Trad. Constancia Egrejas. São Paulo: Editora Senac, São Paulo, 2009.

SAMAIN, Etienne Aby Warburg. Mnemosine. In: SAMAIN, Etienne (Org.). Como pensam as imagens. São Paulo: Unicamp, 2012.

SÁ-CARVALHO, Carolina; LISSOVSKY, Mauricio. Fotografia e representação do sofrimento. Revista Galáxia, n. 15, p. 77-90, jun. 2008.

SEKULA, Allan. Sobre a invenção do significado na fotografia. In: TRACHTENBERG, Alan (Org.). Ensaios sobre fotografia: de Niépce a Krauss. Trad. Luís Leitão. Lisboa: Orfeu Negro, 2013, p. 387-389.

SONTAG, Susan. Diante da dor dos outros. Trad. Rubens Figueiredo. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

TODOROV, Tzvetan. Goya: à sombra das luzes. Trad. Joana A. d’Avila Melo. São Paulo: Editora Companhia das Letras, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1982-3053.13.25.2-19

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




© Copyright 2007 Arquivo Maaravi: Revista Digital de Estudos Judaicos da UFMG - ISSN: 1982-3053.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.