Virgílio. Copa. Apresentação e tradução.

Gilson José Santos, João Paulo Andrade Dias

Resumo


O presente texto propõe uma tradução em versos livres do poema Copa de Virgílio. Trata-se de um dos poemas que compõem a coleção Appendix Vergiliana, uma antologia que reúne obras variadas quanto a extensão, tema e estilo, atribuídas a Virgílio por testemunhos de escritores antigos e pela tradição medieval. O título foi tomado à primeira palavra do poema, o que também ocorre em outros poemas
da Appendix. Escrito em dístico elegíaco, esta pequena obra descreve, em primeiro plano, um local em que os romanos desfrutam de prazer, mas o motivo latente é um convite ao carpe diem, ao ócio com deleite. Precede a tradução uma breve descrição do poema. Notas explicativas foram apostas, na tradução em português, nos locais em que os tradutores julgaram haver alguma dificuldade de leitura, a fim de esclarecer aspectos vários, em geral, referentes a aspectos linguísticos ou literários do texto.


Palavras-chave


literatura romana; Virgílio; Appendix Vergiliana; Copa.

Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, J. de S. Mitologia grega. Petrópolis: Vozes, 2001.

EDWARDS, C. The Politics of Immorality in Ancient Rome. Cambridge:

Cambridge University Press, 1993. DOI: https://doi.org/10.1017/

CBO9780511518553.

GAFFIOT, F. Dictionnaire latin-français. Paris: Hachette, 1934.

KENNEY, E. J.; CLAUSEN, W. V. Historia de la literatura clasica

(Cambridge University). Madrid: Gredos, 1989-1990. v. 2.

PARATORE, E. História da literatura latina. 13. ed. Tradução de Manuel

Losa. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 1983.

PSEUDO-VIRGILIO. Copa: La tabernera, poema pseudovirgiliano. Edición bilingüe con estudio preliminar y comentario por Alicia Schniebs et al. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Editorial de la Facultad de Filosofía y Letras Universidad de Buenos Aires, 2014.

VERGIL. The Minor Poems of Vergil. Translated by Joseph J. Mooney. Birmingham: Cornish Brother, 1916.

VIRGIL. Aeneid 7-12. Appendix Vergiliana. Translated by H. R. Fairclough. Cambridge: Loeb Classical Library, 2001.

VIRGILE. La fille d’auberge. Traduction de Maurice Rat. Paris: Garnier, 1935.

VIRGÍLIO. Bucólicas, Geórgicas, Apéndice Virgiliano. Introducción general J. L. Vidal. Traducciones, introduciones y notas por Tomás de la Ascención Recio Garcia y Arturo Soler Ruiz. Madrid: Gredos, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3636.13.1.293-302

Apontamentos



Nuntius Antiquus
ISSN 2179-7064 (impressa) / ISSN 1983-3636 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.