Teseu entre as disforias da glória e as euforias do eu – as marcas da mudança na poesia romana

Wellington Ferreira Lima

Resumo


Este trabalho é o produto do esforço de revisitar parte de um estudo de 10 anos atrás, que tinha escopo essencialmente estruturalista, e de submetê-lo a um debate transdisciplinar. O objetivo inicial é o de avaliar a construção da personagem Teseu no Carmen LXIV de Catulo. Uma leitura estruturalista dos discursos presente no texto apontou para uma contraposição entre as construções de Teseu e Ariadne no sistema, na forma da oposição pensamento neotérico, + lírico-passional, + eufórico versus pensamento utilitarista da arte, + heróico, + disfórico. A expansão dos resultados iniciais ao debate transdisciplinar leva à conclusão de um indicador da tendência autonomizante da poesia latina do séc. I a.C., o qual se soma a outros indicadores, reforçando a ideia de um pensamento da aísthesis da obra de arte na Roma Clássica.


Palavras-chave


Catulo; poetae novi; poética clássica.

Texto completo:

PDF

Referências


BARTHES, R. Fragmentos de um discurso amoroso. 2. ed. Trad. Hortênsia dos Santos. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1981.

CATULO. O livro de Catulo. Tradução comentada dos poemas de Catulo de João Ângelo de Oliva Neto. São Paulo: Edusp, 1996.

CÍCERO. Obras completas de Marco Tulio Cicerón. Buenos Aires: Grandes Librerías Anaconda, 1946. 6 v.

GALÁN, L. El Carmen 64 de Catulo. La Plata: Igitur, 2003.

GASPARRI, C. O Clássico copiado. In: MARQUES, L. (Org.). A fábrica do antigo. São Paulo: Ed. Unicamp, 2008.

HORÁCIO. Odes e epodos. Trad. Bento Prado de Almeida Ferraz. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

KENNEY E. J.; CLAUSEN W. V. Historia de la Literatura Clásica – II. Tradução de Elena Bombín. Madrid: Gredos, 1989.

MENDES, M. O. Virgílio Brazileiro ou tradução do poeta latino. Paris: Typographia W. Remquet, 1858.

OVÍDIO. Metamorfoses. Trad. Paulo F. Alberto. Lisboa: Cotovia, 2007.

OVÍDIO. Heroides. Trad. Walter Vergana. Rio de Janeiro: Museu das Armas Ferreira Cunha, 1975.

OVÍDIO. Tristia. Ed. Arthur Leslie Wheeler. Cambridge: MA-Harvard University Press, 1939.

PLATÃO. A República. Tradução de J. Guinsburg. São Paulo: Perspectiva, 2014.

PLINIO. Historia Natural. Tradução de Josefa Cantó et al. 2. ed. Madrid: Ediciones Catedra, 2007.

ROCHA PEREIRA, M. H. da. Estudos de História da Cultura Clássica. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1982. II v.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3636.13.2.137-152

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Wellington Ferreira Lima

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Nuntius Antiquus
ISSN 2179-7064 (impressa) / ISSN 1983-3636 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.