Um poema inédito na obra poética de Manuel Bandeira

Éverton Barbosa Correia

Resumo


Resumo: Há um arquivo atribuído a Manuel Bandeira na secção de Manuscritos da Biblioteca Nacional (BN), que encerra uma coleção de vinte e um documentos e quatro livros, dos quais apenas uma carta está digitalizada e disponível na Hemeroteca Digital. Entre os documentos ora reunidos, podemos encontrar postagens do poeta distribuídas entre fotografias autografadas, cartões postais, missivas, recortes de jornal, entre os quais o de O Diário a 15 de agosto de 1958 ali arrolado à revelia do autor, onde consta um poema inédito na sua obra poética. Tomado como parte do arquivo que reúne sua correspondência ativa com Anna Salles Brandão, o poema será apreciado perante os demais documentos que lhe são contíguos ou constitutivos da expressão de Manuel Bandeira em outras circunstâncias discursivas híbridas, para iluminar o seu perfil por meio do registro daquela interlocução, que incide sobre momento obscuro de seu percurso formativo de poeta. A pretexto de vasculhar sua escrita ainda não publicada – seja em cartas privadas ou em poema –, assim talvez possamos reforçar parte de sua compreensão autoral atualmente em voga por meio de registros inéditos ou talvez estendê-la, com apoio da leitura que Gilberto Freyre lhe consignou em diário e em crítica.

Palavras-chave: poesia brasileira moderna; arquivo; epistolografia; gêneros híbridos.

Abstract: There is a file assigned to Manuel Bandeira in Manuscritos section of Biblioteca Nacional (BN), which contains a collection of twenty one papers and four books, of which only one letter is scanned and available at Hemeroteca digital. Among the collection of files we can find poet posts distributed in autographed photos, postcards, letters, newspaper clippings, including one from O Diário, on 15 August 1958 published without the author’s consent and which includes an unpublished poem. This poem, part of a compilation of letters exchanged with Anna Salles Brandão, will be appreciated before other texts that are contiguous or reveal the expression of Manuel Bandeira in other hybrid discursive circumstances as a way to brighten up his profile through the registry of that dialogue, which focuses on an obscure moment of his formative poetic journey. Under the pretext of searching through his unpublished writings – either private letters or poems – we may reinforce his current authoral understanding through unpublished records or even extend it with the support granted by Gilberto Freyre’s diary and criticism.

Keywords: modern Brazilian poetry; file; epistolography; hybrid genres.


Palavras-chave


poesia brasileira moderna; arquivo; epistolografia; gêneros híbridos.

Texto completo:

PDF

Referências


BANDEIRA, M. Flauta de papel. Rio de Janeiro: Alvorada Edições, 1957.

BANDEIRA, M. Manuel Bandeira: poesia e prosa. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1958. v. 2.

BANDEIRA, M. Andorinha, Andorinha. Rio de Janeiro: José Olympio, 1966.

BANDEIRA, M. Carta a Anna Salles Brandão em 12 de janeiro de 1914. Manuscritos da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 1979a. [Documento I-07, 26, 19]

BANDEIRA, M. Recorte de j ornal não identificado para Donanna. Manuscritos da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional,

b. [Documento I-07, 26, 12]

BANDEIRA, M. Recorte de Jornal O Diário de 15 de agosto de 1958. Manuscritos da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 1979c. [Documento I-07, 26, 16]

BANDEIRA, M. Carta a Anna Salles Brandão em 16 de dezembro de 1966. Manuscritos da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 1979d. [Documento I - 7,26,15]. Di sponível em: ˂http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_manuscritos/mssI07_26_015.jpg˃. Acesso em: 27 fev. 2018.

BANDEIRA, M. Poesia completa e prosa: volume único. 5. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2009.

FREYRE, G. Perfil de Euclides e outros perfis. 2. ed. Rio de Janeiro: Record, 1987.

FREYRE, G. Tempo morto e outros tempos: trechos de um diário de adolescência e primeira mocidade (1915-1930). 2. ed. São Paulo: Global, 2006.

WERNECK, H. O desatino da rapaziada: jornalistas e escritores em Minas de 1920 a 1970. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2358-9787.27.1.73-96

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Éverton Barbosa Correia

O Eixo e a Roda: Revista de Literatura Brasileira
ISSN 0102-4809 (impressa) / ISSN  2358-9787 (eletrônica)

License

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.