Um mosaico textual: a correspondência de Ronald de Carvalho a Mário de Andrade

Mirhiane Mendes de Abreu

Resumo


Resumo: O objetivo deste ensaio é analisar a correspondência de Ronald de Carvalho (1893-1935) a Mário de Andrade (1893-1945) a partir dos instrumentais hermenêuticos inerentes ao estudo epistolar (sua pesquisa, edição e ato crítico-analítico). A proposta da leitura foi considerar os exemplares hoje preservados em relação à complexidade da década de 1920, às formas de narrar o modernismo e à multiplicidade de discursos ali enunciados. Assim, do conjunto de nomes, obras e temas recorrentes neste específico diálogo é possível formular a hipótese segundo a qual as cartas - mais do que simples depósito de informações – evocam os significados simbólicos centrais do programa modernista brasileiro.

Palavras-chave: Ronald de Carvalho; Mário de Andrade; cartas; modernismo; crítica.

Abstract: The aim of this essay is to analyze the correspondence between Ronald de Carvalho (1893-1935) and Mário de Andrade (1893-1945) based on hermeneutical instruments inherent to the epistolary study (the research, edition and critical-analytical act). The purpose of the analysis was to consider the materials currently preserved in relation to the complexity of the 1920s, to the modes of narrating modernism and to the multiplicity of discourses therein. Thus, from the set of names, works, and recurrent themes in this specific dialogue, it is possible to formulate the hypothesis that letters - rather than simple deposits of information – evoke the key symbolic meanings of the Brazilian modernist program.

Keywords: Ronald de Carvalho; Mário de Andrade; letters; modernism; critique.


Palavras-chave


Ronald de Carvalho; Mário de Andrade; cartas; modernismo; crítica.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, M. M. de. Cartas e polêmicas: Ronald de Carvalho e as questões modernistas. In: COLI, J.; GÁRATE, M. (Org.). A arte da comparação: homenagem a Luiz Carlos Dantas. Campinas. Editora da Unicamp, 2016. p. 109-129.

ANDRADE, C. D. de; ANDRADE, M. Carlos & Mário: correspondência completa entre Carlos Drummond de Andrade (inédita) e Mário de Andrade. Organização de Lélia Frota. Prefácio e Notas de Silviano Santiago. Rio de Janeiro: Bem-te-vi, 2002.

ANDRADE, M. Epigramas irônicos e sentimentais – Ronald de Carvalho. Klaxon. Mensário de Arte Moderna. São Paulo, n. 7, p. 14, 30 nov. 1922.

ARTUNDO, P. M. Correspondência Mário de Andrade & escritores/artistas argentinos. São Paulo: Edusp, 2013.

BRITO, M. da S. O alegre combate de Klaxon. In: KLAXON: Mensário de Arte Moderna, edição fac-similada. São Paulo: Martins; Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Turismo, 1972. p. 2.

CANDIDO, A. Literatura e Cultura de 1900 a 1945. In: _____. Literatura e sociedade. São Paulo: Nacional, 1985. p. 109-138.

CARVALHO, R. Os “independentes” de São Paulo. In: BATISTA, M. R.; LÓPEZ, T. P. A.; DE LIMA, Y. S. (Ed.). Brasil: 1º tempo modernista, 1917/29. Instituto de Estudos Brasileiros, 1972. p. 32.

DEL PICCHIA, M. Klaxon!. Correio Paulistano, p. 4, 17 maio 1922. Disponível em: . Acesso em: 18 jun. 2018.

DIAZ, B. L’épistolaire ou la pensée nômade. Paris: Presse Universitaire de France, 2002.

GUIMARÃES, J. C. Contrapontos: notas sobre correspondência no modernismo. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2004.

HAROCHE-BOUZINAC, G. Escritas epistolares. Tradução de Ligia Fonseca Ferreira. São Paulo: Edusp, 2016.

HOLANDA, S. B. de; MORAES NETO, P. “Ronald de Carvalho – Estudos Brasileiros”. Revista Estética, de janeiro-março de 1925. In: PRADO, A. A. O espírito e a letra: estudos de crítica literária. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. p. 204-206.

HOLANDA, S. B. O lado oposto e os outros lados. In: PRADO, A. A. O espírito e a letra: estudos de crítica literária. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. p. 224-228.

MORAES, M. A. de. Correspondência Mário de Andrade & Manuel Bandeira. São Paulo: EDUSP, 2000.

NOGUEIRA, M. G. P. Edição anotada da Correspondência Mário de Andrade e Renato Almeida. 2003. Dissertação (Mestrado em Teoria Literária e Literatura Comparada) – Faculdade de F ilosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

PRADO, A. A. 1922 – itinerário de uma falsa vanguarda: os dissidentes, a semana e o integralismo. São Paulo: Editora 34, 2010.

SOUZA, E. M. O discurso crítico brasileiro. In: ______. Crítica cult. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. p. 47-66

SOUZA, R. dos S. M. Convergências e divergências: revistas literárias em perspectiva. 2008. 420 f. Tese (Doutorado em Letras) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

VENTURA, R. Estilo tropical: história cultural e polêmicas literárias. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2358-9787.27.1.97-118

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Mirhiane Mendes de Abreu

O Eixo e a Roda: Revista de Literatura Brasileira
ISSN 0102-4809 (impressa) / ISSN  2358-9787 (eletrônica)

License

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.