Castelo Rá-Tim-Bum: das práticas educativas às formas de vida / Castelo Rá-Tim-Bum: from educational practices to forms of life

Carolina Mazzaron de Castro, Naiá Sadi Câmara

Resumo


RESUMO: Este artigo tem como objetivo analisar o programa educativo audiovisual Castelo Rá-Tim-Bum, considerado um programa inovador, que se constitui como um gênero híbrido entre os gêneros educativo e de entretenimento. Tendo em vista as novas formas de produção e sociabilização dos saberes que os avanços tecnológicos promovem e que mudam significativamente as formas de vida contemporâneas, propõe-se investigar as estratégias de interação desse programa, considerando-o como um gênero didático pedagógico produzido no universo de práticas educativas não formais. As análises foram fundamentadas, predominantemente, pelos pressupostos da teoria semiótica francesa, com ênfase nos conceitos de formas de vida apresentados por Fontanille (2008).
PALAVRAS-CHAVE: Castelo Rá-Tim-Bum; prática educativa; formas de vida; semiótica.


ABSTRACT: The main objective of this article is to analyze the audiovisual and educational program, Castelo Rá-Tim-Bum, which is considered innovative, hybrid and different of other educational and entertainment programs. Considering the new forms of production and socialization of the knowledge that the advances in technology have promoted, which then result in significant changes in the contemporary life, we propose to investigate the strategies of interaction in Castelo Rá-Tim-Bum. It is interesting to consider that this program uses a pedagogical didactic genre that is not commonly applied to the formal educational practices. Our analyses were predominantly based in the French semiotic theory, thus emphasizing the concepts of forms of life presented by Fontanille (2008).
KEYWORDS: Castelo Rá-Tim-Bum; educational practice; forms of life; semiotic.

Palavras-chave


Castelo Rá-Tim-Bum; prática educativa; formas de vida; semiótica

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, D. L. Teoria do discurso: fundamentos semióticos. São Paulo: Atual, 1988.

CÂMARA, N. S. O perfil do professor de linguagens, códigos e tecnologias: uma análise das formas de vida configuradas nos gêneros. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), v. 43, p. 853-867, 2014.

CARNEIRO, V. L. Q. Castelo Rá-Tim-Bum: o educativo como entretenimento. São Paulo: Anna Blume, 1999.

FIORIN, J. L. Elementos da análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2002.

FONTANILLE, J. Significação e visualidade – exercícios práticos. Tradução de Elizabeth B. Duarte e Maria Lilia D. de Castro. Porto Alegre: Sulina, 2005.

FONTANILLE, J. Semiótica do discurso. Tradução Jean Cristtus Portela. São Paulo: Contexto, 2007.

FONTANILLE, J. Práticas semióticas: imanência e pertinência, eficiência e otimização. In: DINIZ, M. L. V. P.; PORTELA, J. C. (Orgs.) Semiótica e mídia – textos, práticas, estratégias. São Paulo: Unesp/Faac, 2008, p. 15-74.

FONTANILLE, J. A semiótica hoje: avanços e perspectivas. Estudos Semióticos. [on-line], São Paulo, v. 12, n. 2, p. 1-9, dez. 2016. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/esse/article/view/127608/124672. Acesso em: 07 ago. 2017.

GUEDES, F. B. O educativo como entretenimento: uma proposta de TV infantil. Juiz de Fora: UFJF; FACOM, 2.sem.2001. 119 fl. mimeo. Projeto Experimental do Curso de Comunicação Social.

GREIMAS, A. J. Les actants, les acteurs et les figures. Du Sens II: essais sémiotiques. Éditions du Seuil: Paris, 1983, p. 49-66.

GREIMAS, A. J. Le beau geste. Recherches sémiotiques. Semiotic Inquiry. Montreal, v. 13, p. 21-35, 1993.

GREIMAS, A. J. Da imperfeição. Tradução Ana Cláudia Oliveira. São Paulo: Hacker Editores, 2002.

GREIMAS, A. J ; FONTANILLE, J. A semiótica das paixões: dos estados de coisas aos estados de alma. São Paulo: Ática, 1993.

GREIMAS, A. J.; COURTÉS, J. Dicionário de semiótica. São Paulo: Contexto, 2012.

JAKOBSON, R. Lingüística e poética. In: Lingüística e comunicação. São Paulo: Cultrix, 1995.

MACHADO, A. A narrativa seriada. São Paulo: Senac, 2010.

NASCIMENTO, E. M. F. S. Prudência e Aventura: Revista O Cruzeiro e formas de vida da mulher da década de 40. Alfa. São Paulo, v. 53, n. 2, p. 619-637, 2009.

PORTELA, J. C. Semiótica midiática e níveis de pertinência. In: DINIZ, M. L. V. P.; PORTELA, J. C. (Orgs.). Semiótica e Mídia: textos, práticas, estratégias. Bauru: Unesp/Faac, 2008, p. 93-113.

YOUTUBE. Castelo Rá-Tim-Bum. Disponível em: https://www.youtube.com/channel/UCSTzvPF1Fti4v7DBc9WfJGA. Acesso em: 08 ago. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.10.2.240-253

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.