Ethos de violência, uma reflexão discursiva sobre comunidades virtuais que agridem professores / Ethos of violence, a discursive reflection on virtual communities that attack teachers

Morgana Soares da Silva

Resumo


RESUMO:Este artigo investiga a questão de pesquisa Como se caracteriza o ethos de violência e quais as diferenças entre os sites de redes sociais Orkut, Facebook e Twitter, no que tange à construção desse fenômeno discursivo? Objetiva-se, portanto, analisar os diferentes níveis de ethos de violência encontrados nesses sites de redes sociais, comparando-os e categorizando seus tipos. Para tanto, desenvolve-se uma pesquisa qualitativa, do tipo documental e empírico-interpretativa, com emprego do método indutivo na análise de um corpus composto por 30 páginas iniciais de sites de redes sociais. As análises dos dados fundamentam-se teoricamente na Análise do Discurso de linha francesa, com base essencialmente nas pesquisas de Maingueneau (2016, 2013, 2010, 2008, 2007, 2006, 2005, 2002, 1998, 1995), e constata três categorias dos ethos de violência, a saber: a) Ethos vinculado a representações de agressão física; b) Ethos vinculado a representações de ofensa moral; c) Ethos vinculado a representações de intolerância.

PALAVRAS-CHAVE: ethos de violência; ethos discursivo; redes sociais; comunidades virtuais; ciberviolência contra professores.

 

ABSTRACT:This article investigates the research question How is the ethos of violence characterized and what are the differences among the social networking websites Orkut, Facebook and Twitter, regarding the construction of this discursive phenomenon? The objective is to analyze the different levels of ethos of violence found in these social networking websites, comparing them and categorizing their types. For that, a qualitative, documentary and empirical-interpretative research is developed, using the inductive method in the analysis of a corpus composed of 30 initial pages of virtual social networks. The analysis of the data is theoretically based on the analysis of the French Speech Discourse, based essentially on Maingueneau's research (2016, 2013, 2010, 2008, 2007, 2006, 2005, 2002, 1998, 1995). Ethos of violence, namely: a) Ethos linked to representations of physical aggression; B) Ethos linked to representations of moral offense; C) Ethos linked to representations of intolerance.

KEYWORDS: ethos of violence; discursive ethos; social networks; virtual communities; cyberviolence against teachers.


Palavras-chave


ethos de violência; ethos discursivo; redes sociais; comunidades virtuais; ciberviolência contra professores

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Retórica. Lisboa: Casa da Moeda, 2005a.

ARISTÓTELES. Arte retórica e arte poética. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005b.

BARROS, M. E. de R. de A. B.; BARROS, M. de S. B. O ethos discursivo da polícia: violência versus paz nas cidades grandes. Interdisciplinar, Itabaiana, v. 13, ano VI, p. 81-90, jan.-jun. de 2011. Disponível em: http://www.seer.ufs.br/index.php/interdisciplinar/article/view/1165. Acesso em: 20 jan. 2013.

BEM, D. F. de.; TADVALD, M. A apropriação da discursividade religiosa pelo campo político. Debates do NER, Porto Alegre, ano 5, n. 6, p. 63-82, dez. 2004.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. Vol.1. São Paulo: Paz e Terra, 2005.

DEBARBIEUX, E. “Violências nas escolas”: divergências sobre palavras e um desafio político. In: DEBARBIEUX, E.; BLAYA, C. (Org.) Violência nas escolas e políticas públicas. Brasília: UNESCO, 2002, p. 59-92.

DEBARBIEUX, E. A violência na escola francesa: 30 anos de construção social do objeto. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 27, n. 1, p. 163-193, jan.–jun. 2001.

FERRARIL, I. F. Agressividade e violência. Psic. Clin., Rio de Janeiro, v. 18, n. 2, p. 49-62, 2006.

HARTMANN, F. Violência e discurso. In: CAON, J. L.; HARTMANN, F.; ROSA JR., N. C. dal F. da (Orgs.). Violências e contemporaneidade. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 2005, p. 45-52.

HOFFNAGEL, J. C. Antropologia e linguística. Recife: Bagaço, 2010.

LÉVY, P. O que é o virtual? São Paulo: Ed. 34, 1996.

MAINGUENEAU, D. Retorno crítico sobre o ethos. In: BARONAS, R. L.; MESTI, P. C.; CARREON, R. de O. (Orgs.). Análise do discurso: entorno da problemática do ethos, do político e de discursos constituintes. Campinas: Pontes, 2016, p. 13-34.

MAINGUENEAU, D. Análise de textos de comunicação. 6ª. edição ampliada. São Paulo: Cortez, 2013.

MAINGUENEAU, D. Doze conceitos em análise do discurso. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

MAINGUENEAU, D. Cenas da enunciação. São Paulo: Parábola, 2008.

MAINGUENEAU, D. Gênese do discurso. Curitiba: Criar Edições, 2007.

MAINGUENEAU, D. Discurso Literário. São Paulo: Contexto, 2006.

MAINGUENEAU, D. Ethos, cenografia, incorporação. In: AMOSSY, R (org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2005.

MAINGUENEAU, D. Análise de textos de comunicação. São Paulo: Cortez, 2002.

MAINGUENEAU, D. Termos-chave da análise do discurso. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1998.

MAINGUENEAU, D. O contexto da obra literária. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

ROSÁRIO, A. B. do. Reconhecimento e culpa: considerações sobre o problema da violência no ethos contemporâneo. In: ROSÁRIO, A. B. do; MOREIRA, J. de O. (Org.). Culpa e laço social: possibilidades e limites. Barbacena: EdUEMG, 2013, p. 95-110.

SILVA, M. S. Ethos de violência e violência icônica em fotos de perfis de comunidades virtuais que agridem professores. Hipertextus Revista Digital, Vol. 15, p. 07-25, outubro 2016. Disponível em: http://www.hipertextus.net/volume15/vol15artigo12.pdf. Acesso em: 15 ago. 2017.

SILVA, M. S. Ciberviolência, ethos e gêneros de discurso em comunidades virtuais: o professor como alvo. Recife: UFPE, 2014. Tese (Doutorado em Letras/Linguística). Disponível em: http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13318. Acesso em: 10 ago. 2016.

SILVA, M. S. Violência contra professores em comunidades do Orkut: a construção da identidade professoral. Revista InterteXto, Vol. 05, n. 02, p. 01-20, 2012. Disponível em: http://uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/intertexto/article/view/251/376. Acesso em: 15 jun. 2013.

SOARES, J. C. S. A construção do ethos no Orkut: um estudo sobre as estratégias discursivas. Belo Horizonte: CEFET-MG, 2011. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem). Disponível em: http://www.files.scire.net.br/atrio/cefet-mg-posling_upl/THESIS/14/juliana_cristina_a_construo_do_ethos _no_orkut.pdf. Acesso em: 06 jun. 2013.

SOUZA-E-SILVA, C. P. Você sabe vender seu peixe? A construção do ethos da revista vida executiva. Investigações, Recife, v. 21, n. 2, p. 261-277, jul. 2008. Disponível em: http://www.revistainvestigacoes.com.br/Volumes/Vol.21.2/Cecilia_Souza-e-Silva.pdf. Acesso em: 01 fev. 2012.

ZUIN, A. A. S. Violência e tabu entre professores e alunos: a internet e a reconfiguração do ele pedagógico. São Paulo: Cortez, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.11.2.68-91

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.