Epissemiótica: entorno, contorno e turno

Ana Cristina Fricke Matte

Resumo


Este trabalho tem o objetivo de estabelecer alguns princípios, com base na epistemologia que sustenta a teoria semiótica greimasiana, com a finalidade de viabilizar a interdisciplinaridade desta com outras teorias, em qualquer domínio do conhecimento. Não se trata de uma investida exaustiva nas questões epistemológicas de maior importância para a teoria semiótica greimasiana, mas a discussão daqueles pontos que, em nossas abordagens interdisciplinares, mostraram-se de fundamental importância para um bom relacionamento entre as disciplinas implicadas. Assim, procuramos aqui definir questões como: qual a unidade mínima de análise para a semiótica? Como a semiótica vê a relação entre texto e contexto? E qual a relação possível entre o corpo ontológico e o corpo linguageiro?


Palavras-chave


Semiótica. Epistemologia. Unidade de sentido. Texto. Contexto. Corpo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.7.1.139-147

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.