Levantamento das omissões ortográficas na escrita infantil

Regina Célia Fernandes Cruz

Resumo


RESUMO: Este trabalho tem como objeto de estudo as omissões ortográficas recorrentes na escrita infantil. Como suporte teórico para esta pesquisa, utilizou-se o trabalho de Chacon (2010) e Amaral et al. (2011), pioneiros na aplicação da metodologia aqui adotada. Os dados analisados – 6.840 – foram coletados em uma escola pública da periferia de Belém (PA). Para a obtenção dos dados, foi solicitado aos 93 sujeitos desta pesquisa, todos alunos dos 3º e 4º ano do Ensino Fundamental, que escrevessem nomes de frutas ou de animais durante um bingo simulado. O corpus obtido compreende a produção escrita de 63 vocábulos, sendo 41 nomes de frutas e 22 de animais. Esses vocábulos-alvo possuem sílabas com os tipos de coda previstos no sistema português, a saber, preenchida por: a) rótico /R/; b) por lateral /l/; c) por nasal /N/; d) por soante /S/; assim como por e) ausência total de fonema na coda (vazia). Constatou-se um percentual de 59% de omissões ortográficas em relação à escrita canônica. Considerando apenas as omissões ortográficas, 87% ocorrem justamente nas sílabas com coda preenchida, das quais se registrou uma grande concentração de omissões nas sílabas com coda preenchida por /N/ (57%), o que demonstra um alto grau de dificuldade das crianças em relação às regras ortográficas.

PALAVRAS-CHAVE: aquisição da escrita; escrita infantil; Língua Portuguesa.

 

ABSTRACT: This work deals with omissions on written productions of children who are in elementary school, at the 3rd and 4th school years. We adopted for this work the same methodological procedures of Chacon (2010) and Amaral et al. (2011). Altogether, 93 children participated in this experiment. They wrote 63 names (41 fruits and 22 animals) during a simulated bingo game. The target was the segmental at the syllable coda. Portuguese language has 6 kinds of syllable coda: a) rhotic /R/; b) lateral /l/; c) nasal /N/; d) soante /S/ and e) empty /∅/. The results show a great number of writing omissions (59%) in relation to canonic form. When we considered the omissions happened only at the coda position, this number raised for 87%, whose 57% are at the nasal coda. These results show that children from elementary school have a great difficulty to understand graphic rules.

KEYWORDS: writing acquisition; child writing; Portuguese Language.


Palavras-chave


aquisição da escrita; escrita infantil; Língua Portuguesa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1983-3652.8.2.153-160

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Texto Livre: Linguagem e Tecnologia
ISSN 1983-3652 (eletrônica)

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais

Belo Horizonte - Minas Gerais (Brasil)

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.