Chico Buarque, o homem comum e as trilhas do sertão-cidade / Chico Buarque, The Ordinary Man and the Backlands-City Tracks

Roniere Silva Menezes

Resumo


Resumo: Este artigo trata de imagens relativas ao homem comum e aos migrantes presentes nas composições de Chico Buarque. Atento leitor e talentoso artista, Chico, por meio de suas canções, revela apurado olhar sobre os trânsitos realizados por trabalhadores brasileiros em busca de melhores condições de vida. Ao mesmo tempo, o autor demonstra cuidadosa “escuta” em relação aos saberes e à criatividade desses homens e mulheres em sua busca por uma existência mais digna, pautada por gestos de partilha, pela vivência comunitária e por momentos de desejo, jogo, sonho e luta. Os versos, ritmos, melodias e harmonias do autor se deixam contaminar por criações da cultura popular oral, em diálogo com formas artísticas mais eruditas.

Palavras-chave: Chico Buarque; homem comum; migração; sertão; cidade.

Abstract: This article deals with the imagery of the ordinary man and the migrants in the compositions of Chico Buarque. An attentive reader and a talented artist, Chico reveals through his songs a vigilant look to the paths of Brazilian workers in the search of better living conditions. At the same time, the author demonstrates careful “listening” to the knowledge and creativity of the men and women in their quest for a more dignified existence, marked by gestures of sharing, community life and times of desire, play, dream and fight. The verses, rhythms, melodies and harmonies of the author are contaminated by the creations of popular oral culture in dialogue with more erudite art forms.

Keywords: Chico Buarque; ordinary man; migration; backlands; city.


Palavras-chave


Chico Buarque; ordinary man; migration; backlands; city.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. A comunidade que vem. Tradução de António Guerreiro. Lisboa: Editorial Presença, 1993.

ANDRADE, Carlos Drummond de. Morte do leiteiro. In: ______. Poesia completa. Fixação de textos e notas de Gilberto Mendonça Teles. Introdução de Silviano Santiago. Rio de Janeiro: Editora Nova Aguilar, 2002. p. 168-170.

ANDRADE, Carlos Drummond de. Mãos dadas. In: ______. Poesia completa. Fixação de textos e notas de Gilberto Mendonça Teles. Introdução de Silviano Santiago. Rio de Janeiro: Editora Nova Aguilar, 2002. p. 80.

BARROS E SILVA, Fernando de; BUARQUE, Chico. Chico Buarque. São Paulo: Publifolha, 2004. (Folha Explica)

BAUMAN, Zygmunt. Vidas desperdiçadas. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2005.

BUARQUE, Chico. Assentamento. In: ______. As cidades. São Paulo: Abril Coleções, 2010. 1 CD. (Coleção Chico Buarque). Disco original de 1998.

BUARQUE, Chico. Biscate. In: ______. Paratodos. São Paulo: Abril Coleções, 2010. 1 CD. (Coleção Chico Buarque). Disco original de 1993.

BUARQUE, Chico. Brejo da Cruz. In: ______. Chico Buarque. São Paulo: Abril Coleções, 2010. (Coleção Chico Buarque). Disco original de 1984.

BUARQUE, Chico. Chico Buarque: bastidores. Rio de Janeiro: RWR Comunicações, 2005. 1 DVD.

BUARQUE, Chico. Cotidiano. In: ______. Construção. São Paulo: Abril Coleções, 2010. 1 CD. (Coleção Chico Buarque). Disco original de 1971.

BUARQUE, Chico. Iracema. In: ______. As cidades. São Paulo: Abril Coleções, 2010. (Coleção Chico Buarque). Disco original de 1998.

BUARQUE, Chico; MELO NETO, João Cabral de. Funeral de um lavrador. Chico Buarque de Hollanda. São Paulo: Abril Coleções, 2010. (Coleção Chico Buarque). v. 3. Disco original de 1968.

CARDOSO, João Manuel; NOVAIS, Fernando A. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. In: SCHWARCZ, Lilia Moritz (Org.). História da vida privada no Brasil. Contrastes da intimidade contemporânea. Direção de Fernando A. Novais. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. t. 4. p. 559-658.

DELEUZE, Gilles; PARNET, Claire. Diálogos. Lisboa: Relógio d’Água, 2004.

HAESBAERT, Rogério. O mito da desterritorialização: do “fim dos territórios” à “multiterritorialidade”. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

HARDT, Michael; NEGRI, Antonio. Multidão: guerra e democracia na era do império. Tradução de Clóvis Marques. Rio de Janeiro; São Paulo: Editora Record, 2005.

JOBIM, Tom; BUARQUE, Chico. A violeira. In: BUARQUE, Chico Para viver um grande amor. Rio de Janeiro: CBS discos, 1983. 1 LP.

MAIA, João Marcelo Ehlert. Cinema, terra e imaginação periférica. In: STARLING, Heloisa Maria Murgel; BORGES, Augusto Carvalho (Org.). Imaginação da terra: memória e utopia no cinema brasileiro. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2013. p. 163-185.

MELO NETO, João Cabral de. Morte e vida severina. In: ______. Obra completa. Rio de Janeiro: Ed. Nova Aguilar, 1999. p. 169-202.

MENESES, Adelia Bezerra de. Lirismo e resistência de Chico Buarque. Revista Cult, São Paulo, n. 69, 2010. Disponível em: http://revistacult.uol.com.br/home/2010/03/lirismo-e-resistencia-de-chico-buarque/. Acesso em: 12 abr. 2013.

MENESES, Adelia Bezerra de. Utopia renitente: Levantados do chão/ Assentamento. In: CAVALCANTI, Berenice; STARLING, Heloisa; EISENBERG, José (Org.). Decantando a república: inventário histórico e político da canção popular moderna brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2004. v. 3, p. 113-122.

MORAES, Vinicius de. Brasília, sinfonia da alvorada. In: ______. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: Ed. Nova Aguilar, 2004. p. 1200-1206.

NASCIMENTO, Milton; BUARQUE, Chico. Levantados do chão. In: SALGADO, Sebastião. Terra. São Paulo: Companhia das Letras, 1997. 1 CD.

ROUANET, Sérgio Paulo. É a cidade que habita os homens ou são eles que moram nela? Revista USP, São Paulo, n. 15, p. 49-75, 1992.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço. São Paulo: Hucitec, 1997.

SOUZA, Jessé. Entrevista com o sociólogo Jessé Souza. O Globo, 12 maio 2012. Caderno Prosa. Disponível em: http://oglobo.globo.com/blogs/prosa/posts/2012/05/12/entrevista-com-sociologo-jesse-souza-444686.asp. Acesso em: 19 out. 2014.

VANDRÉ, Geraldo. Pra não dizer que não falei das flores (Caminhando). In: ______. Pra não dizer que não falei das flores. São Paulo: RGE Discos, 1979. 1 LP. Gravação original de 1968.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.26.2.13-29

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Roniere Silva Menezes



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.