A Casa Desabitada: A Narrativa no Fim do Milênio

Myriam Ávila

Resumo


Este artigo apresenta a casa como imagem fundadora da narrativa e a cidade como imagemfundadora da narrativa moderna. Com a crise da modernidade, essas duas imagens arquetípicas se enfraquecem e passam a ser representadas na narrativa contemporânea como o lugar da falta e da perda, ou como simulacro. A novela A tarde de um escritor, de Peter Handke, propicia aqui a discussão sobre o novo tratamento dado à casa e à cidade na narrativa do fim do
milênio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.5.0.145-153

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 1997 Myriam Ávila



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.