Anjos/Ângulos: Da Tarefa Angelical ao Traduzir da Mulher

Barbara Godard

Resumo


O presente artigo analisa a teoria de tradução desenvolvida no Canadá por Nicole Brossard em Le désert mauve (Mauve Desert) que incorpora as dimensões afetivas e corporais da tradução. Propondo uma teoria feminista do contato cultural como relação amorosa, essaficção investiga o excitamento e os perigos de abraçar o Outro. Nesse processo, reescreve a teoria benjamiana do anjo tradutor com sua noção de uma sobrevida transcendental na intentio de uma "língua pura ", para apresentar, em contra posição, uma teoria de ângulos de tradução, tradução enquanto transformação a partir de uma mudança de perspectiva que envolve uma mudança espacial e cultural com uma conseqüente diferença no sentido.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.5.0.155-182

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 1997 Barbara Godard



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.