A grande arte: palavra e imagem

Vera Lúcia Follain de Figueiredo

Resumo


Resumo: No romance A grande arte, de Rubem Fonseca, a tensão entre as exigências do mercado editorial e a autonomia da arte resolve-se pela adoção de uma estética ambígua. No filme A grande arte, de Walter Salles Junior, a tentativa de preservar esta ambigüidade, realizada de maneira superficial, desequilibra a obra.

Palavras-chave: romance policial; cinema brasileiro; mercado.

Absctract: In the novel A grande arte, by Rubem Fonseca, the tension between the demands of the editorial market and the autonomy of art is resolved by the adoption of ambiguous aesthetics. In Walter Salles Junior’s motion picture, A grande arte, the rather superficial attempt to maintain that ambiguity jeopardizes the balance of the work. 

Keywords: detective novel; Brazilian motion picture; market.


Palavras-chave


detective novel; Brazilian motion picture; market.

Texto completo:

PDF

Referências


BARTHES, Roland. A câmara clara. Lisboa: Edições 70, 1981.

BOURDIEU, Pierre. As regras da arte. gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

CORTÁZAR, Julio. As armas secretas. Rio de Janeiro: José Olympio, 1994.

FONSECA, Rubem. A grande arte. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1983.

FONSECA, Rubem. Vastas emoções e pensamentos imperfeitos.

FONSECA, Rubem. O caso Morel. Rio de Janeiro: Artenova, 1973.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.8.0.42-49

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2001 Vera Lúcia Follain de Figueiredo



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.