As cicatrizes do gesto: exílio, vida nua e subjetividade na narrativa “After Hours”, de Cristina Peri Rossi / The scars of the gesture: exile, crude life and subjectivity in Cristina Peri Rossi’s narrative “After Hours”

Carlos Augusto Magalhães

Resumo


Resumo: O artigo intenta discutir os aspectos socioculturais e existenciais dos deslocamentos humanos na narrativa “After Hours” do livro Espaços íntimos, de Cristina Peri Rossi. O texto busca, sobretudo, observar as interações dos migrantes com o tempo-espaço na atualidade, sem se perder de vista a inadequação de leituras polarizadas. Ampliam-se as noções de migração, a partir da observação das relações intersubjetivas decorrentes da migração de valores, éticas, sonhos, desejos que se imiscuem na dialética das relações do sujeito com o Outro.
Palavras-chave: tempo-espaço; subjetividade; não lugar; migrações; Cristina Peri Rossi; neorrealismo.

Abstract: The objective of this article is to discuss the sociocultural and existential aspects of human displacement in the narrative “After Hours” in Cristina Peri Rossi’s book Espaços íntimos. The aim is mainly to point out the interactions of migrants in the current time and space without losing sight of inadequate polarized readings. The notions of migration are expanded by observing the intersubjective relationships which result from the migration of values, ethics, dreams and wishes that intertwine the dialectic of relationships between the subject and the Other.
Keywords: time and space; subjectivity; non-places; migrations; Cristina Peri Rossi; neo-realism.


Palavras-chave


time and space; subjectivity; non-places; migrations; Cristina Peri Rossi; neo-realism

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? e outros ensaios. Tradução de Vinicius Mikastro Honesko. 1. reimpr. Chapecó, SC: Argos, 2010.

ALMEIDA, Lélia. Apresentação. In: PERI ROSSI, Cristina. Espaços íntimos. Tradução de Adriana Carina Camacho Álvarez. Rio de Janeiro: Gradiva, 2017. p. 7-11.

AUGÉ, Marc. Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Tradução de Maria Lúcia Pereira. 6. ed. Campinas: Papirus, 1994.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Tradução de Mauro Gama e Cláudia Martinelli Gama. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

BAUMAN, Zygmunt. Vidas desperdiçadas. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

BOURDIEU, Pierre. Um analista do inconsciente. In: SAYAD, Abdelmalek. A imigração ou os paradoxos da alteridade. Tradução de Cristina Murachco. São Paulo: EDUSP, 1998. p. 9-12.

CALLIGARIS, Contardo. Apresentação. In: MELMAN, Charles. Imigrantes: incidências subjetivas das mudanças de língua e país. Tradução de Rosane Pereira. São Paulo: Escuta, 1992. p. 9-13.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. O anti-édipo: capitalismo e esquizofrenia. Tradução de Georges Lamazière. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

HARVEY, David. A condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. Tradução de Adail Ubirajara Sobral e Maria Stela Gonçalves. 2. ed. São Paulo: Loyola, 1993.

JAMESON, Fredric. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. Tradução de Maria Elisa Cevasco. São Paulo: Ática, 1996.

KRISTEVA, Julia. Sol negro: depressão e melancolia. Tradução de Carlota Gomes. Rio de Janeiro: Rocco, 1989.

MARGATO, Izabel. Apresentação. In: MARGATO, Izabel; GOMES, Renato Cordeiro (Org.). Novos realismos. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012. p. 9-12.

MELMAN, Charles. Imigrantes: incidências subjetivas das mudanças de língua e país. Tradução de Rosane Pereira. São Paulo: Escuta, 1992.

PERI ROSSI, Cristina. After Hours. In: ______. Espaços íntimos. Tradução de Adriana Carina Camacho Álvarez. Rio de Janeiro: Gradiva, 2017. p. 13-21.

PERI ROSSI, Cristina. Terapia. In: ______. Espaços íntimos. Tradução de Adriana Carina Camacho Álvarez. Rio de Janeiro: Gradiva, 2017. p. 84-99.

PINHEIRO, Tereza. Trauma e melancolia. Percurso: Dossier Ferenczi, São Paulo, ano 6, n. 10, p. 50-53, 1993.

ROUANET, Sérgio Paulo. Édipo e o anjo: itinerários freudianos em Walter Benjamin. 2. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1981.

SAID, Edward W. Reflexões sobre o exílio e outros ensaios. Tradução de Pedro Maia Soares. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

VIDAL, Paloma. A história em seus restos: literatura e exílio no Cone Sul. São Paulo: Annablume, 2004..




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.28.2.101-118

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Carlos Augusto Magalhães

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.