Joaquim Norberto de Souza Silva: palestra brasileira

José Américo Miranda

Resumo


Resumo: O texto aqui apresentado, preparado para publicação por José Américo Miranda, é obra de um dos mais operosos literatos do Romantismo brasileiro: Joaquim Norberto de Sousa Silva. Mais conhecido por sua crítica literária e sua contribuição à história da literatura brasileira, assim como por seus estudos biográficos e pelas edições que preparou dos poetas árcades e românticos brasileiros, Joaquim Norberto foi também historiador, poeta e teatrólogo. Nesta “Palestra Brasileira”, que publicou nas páginas da Revista Popular, no primeiro semestre de 1862, sob o pseudônimo de Fluviano, o autor combina sua vocação poética com a de historiador, num texto em que dados coletados em pesquisas de natureza histórica aparecem humoristicamente emoldurados por uma narrativa de cunho ficcional.

Palavras-chave: Literatura Brasileira; História do Brasil; Romantismo.

Abstract: The present text, prepared for publication by José Américo Miranda, was written by Joaquim Norberto de Sousa Silva, one of the most laborious men of letters during the Brazilian Romantic period. Better known for his literary criticism and his contribution to the history of Brazilian Literature, as well as for his biographical studies and for his editions of works by Brazilian Arcadians and Romantic writers, Sousa Silva was also an historian, poet, and dramatist. His “Palestra Brasileira” [Brazilian Lecture], published under the pseudonym Fluviano in Revista Popular during the first half of 1962, is a piece in which he joins his poetic aptitude and his endowment as an historian and in which the data gathered through historical research are lightheartedly framed by a fictional narrative.

Keywords: Brazilian Literature; Brazilian History; Romanticism.


Palavras-chave


Literatura Brasileira; História do Brasil; Romantismo; Brazilian Literature; Brazilian History; Romanticism.

Texto completo:

PDF

Referências


ALI, M. Said. Meios de expressão e alterações semânticas. Rio de Janeiro: Simões, 1951.

BUENO, Francisco da Silveira. Vocabulário tupi-guarani português. São Paulo: Éfeta, 1998.

CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário etimológico Nova Fronteira da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

CUNHA, Celso. Gramática da língua portuguesa. Rio de Janeiro: FENAME, 1976.

FERREIRA, Alexandre Rodrigues. Notícia histórica da Ilha de Joanes ou Marajó. Revista do Livro, Rio de Janeiro, ano VII, n.26, p.145-164, set. 1964.

FIGUEIREDO, Cândido de. A ortografia no Brasil: história e crítica. Lisboa: Clássica, 1929.

FIGUEIREDO, Cândido de. Novo dicionário da língua portuguesa. 8ed. Rio de Janeiro: W. M. Jackson, [1939]. 2v.

FREIRE, Laudelino. Grande e novíssimo dicionário da língua portuguesa. 2ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1954. 5v.

GALVÃO, Ramiz. Vocabulário etimológico, ortográfico e prosódico das palavras portuguesas derivadas da língua grega. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1909.

GAMA, Basílio da. Obras Poéticas. Ed. crítica por Ivan Teixeira. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1996.

HOUAISS, Antônio. Elementos de bibliologia. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1967. 2v.

HOUAISS, Antônio. Preparação de originais – I. In: MAGALHÃES, Aluísio et al. Editoração hoje. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1975.

LUFT, Celso Pedro. Novo guia ortográfico. Porto Alegre: Globo, 1976.

MACEDO, Joaquim Manuel de. Um passeio pela cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1966.

MACHADO FILHO, Aires da Mata. Grande coleção da língua portuguesa. São Paulo: Urupês, 1969. 5v.

MATOS, Aníbal. Mestre Valentim e outros estudos. Belo Horizonte: Apolo, 1934.

MENESES, Raimundo de. Dicionário literário brasileiro. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1978.

MORAES, Rubens Borba de. Livros e bibliotecas no Brasil colonial. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1979.

NASCENTES, Antenor. Tesouros da fraseologia brasileira. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1966.

PASSOS, Alexandre. A imprensa no período colonial. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1952.

PEIXOTO, Almir Câmara de Matos. Direção em crítica literária (Joaquim Norberto de Sousa Silva e seus críticos). Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1951.

SAMPAIO, Teodoro. O tupi na geografia nacional. São Paulo: Nacional, 1987.

SILVA, Joaquim Norberto de Sousa. (Pseudônimo: Fluviano) Palestra Brasileira. Revista Popular, Rio de Janeiro, B. L. Garnier, ano IV, t.XIII, p.112-121, jan.-mar. 1862; e ano IV, t.XIV, p.203-213, abr.-jun. 1862.

SILVA, Joaquim Norberto de Sousa. (Pseudônimo: Fluviano) Os homens célebres de todos os tempos e de todos os países – Dicionário biográfico universal. Revista Popular, Rio de Janeiro, B. L. Garnier, ano IV, t. XIV, p.257-262 e p.359-364, abr.-jun. 1862.

SILVA, Joaquim Norberto de Sousa. Capítulos de história da literatura brasileira e outros estudos. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2001.

SILVA, Joaquim Norberto de Sousa. História da literatura brasileira e outros ensaios. Rio de Janeiro: Zé Mário, 2002.

SAMPAIO, Teodoro. O tupi na geografia nacional. São Paulo: Nacional, 1987.

SOARES, Antônio Joaquim de Macedo. Dicionário brasileiro da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1955. 2v.

SOUSA, J. Galante de. O teatro no Brasil. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1960. 2v.

SOUZA, Roberto Acízelo de. Apresentação. In: SILVA, Joaquim Norberto de Sousa. História da literatura brasileira e outros ensaios. Rio de Janeiro: Zé Mário, 2002. p.11-31.

VASCONCELOS, Simão de. Vida do venerável padre José de Anchieta. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1943. 2v.

VOCABULÁRIO ortográfico da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.13.1.33-58

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2005 José Américo Miranda



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.