Imagem e visibilidade na narrativa de Peter Handke

André Soares Vieira

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo mapear algumas das categorias provenientes do imaginário visual contemporâneo, sobretudo o cinematográfico, absorvidas e representadas pelo texto literário, em uma cultura marcada pelo apelo às imagens industriais. Toma-se como base de análise o texto Breve carta para um longo adeus, do austríaco Peter Handke.

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. 1936. In: BENJAMIN, W. Magia e técnica, arte e política. Trad. Sergio Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1985.

CALVINO, Italo. Seis propostas para o próximo milênio. Trad. Ivo Barroso. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

CLERC, Jeanne-Marie. A literatura comparada face às imagens modernas: cinema, fotografia, televisão. In: BRUNEL, Pierre; CHEVREL, Yves (Org.). Compêndio de literatura comparada. Trad. Maria do Rosário Monteiro. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2004.

DELEUZE, Gilles. Cinéma II: L’image-temps. Paris: Minuit, 1985.

GUIMARÃES, César. Imagens da memória: entre o legível e o visível. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1997.

HANDKE, Peter. A mulher canhota e Breve carta para um longo adeus. (1972.) Trad. Lya Luft. São Paulo: Brasiliense, 1985.

JAMESON, Fredric. Espaço e imagem: teorias do pós-moderno e outros ensaios. Trad. Ana Lúcia Almeida Gazolla. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 1995.

VISWANATHAN, Jacqueline. L’imaginaire du cinéma dans trois romans québécois. In: Africa – America – Asia – Australia. n. 20. Littérature et cinéma du Québec. Atti del Convegno di Bologna. Roma: Bulzoni Editore, 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.14.2.83-91

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2006 André Soares Vieira



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.