Rãs: a mimesis de Dioniso / Frogs: The Mimesis of Dionysus

Elisana De Carli

Resumo


Resumo: A leitura das peças do comediógrafo Aristófanes (c.450-385 a.C.) permite identificar um assunto recorrente: o fazer teatral e seus elementos. Em Rãs representa-se uma viagem protagonizada por Dioniso, deus do teatro, preocupado com os ditames e os caminhos de sua arte e empenhado em resgatar a glória da tragédia. Para tanto, demarcada por duas fases no enredo e na estrutura da peça, o personagem encena seu caráter hibrido e as possibilidades de transformação que refletem elementos da composição teatral. A partir disso, focalizaremos, para este estudo, o modo de apresentação desse repertório, destacando a correlação entre a estrutura e o conteúdo deste texto teatral, salientando a composição estética do autor e da obra, através desse personagem que é o fio condutor e mote da peça, entendida como objeto estético, cênico e metateatral.

Palavras-chave: Aristófanes; Rãs; mimesis; teatro; comédia; tragédia.

Abstract: The reading of the plays by the comediographer Aristophanes (450-385 B.C.) allows us to identify a recurring subject: the theatrical activity and its elements. In Frogs, a play which depicts a trip took by the theater’s god Dionysus, worried about the ways and rules of his art, and committed to recovering the tragedy’s glory. In order to do so, by setting two phases in the play’s plot and structure, the character stages his hybrid disposition and transformation possibilities that reflect elements of theatrical composition. Thus, this study focuses on how this repertoire was presented, highlighting the correlation between structure and content of the theatrical text, emphasizing the aesthetic composition of the author and work through Dionysus, who conducts the play as an aesthetic, scenic, and metatheatrical object.

Keywords: Aristophanes; Frogs; mimesis; theater; comedy; tragedy.


Palavras-chave


Aristófanes; Rãs; mimesis; teatro; comédia; tragédia; Frogs; theater; comedy; tragedy.

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓFANES. As rãs. Tradução, introdução e notas de Trajano Vieira. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

ARISTÓFANES. Rãs. Tradução, introdução e comentários de Maria de Fátima Silva. Coimbra: IUC; São Paulo: Annablume, 2014.

EURÍPEDES. Helena. Tradução de Alessandra Cristina Jonas Neves Oliveira. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2015. Doi: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-1047-4. Disponível em: https://classicadigitalia.uc.pt/en/livro/helena. Acesso em: 20 jun. 2017.

GARCIA LÓPEZ, José. Los dos prólogos de Ranas de Aristófanes. In: LOPES FÉREZ. J. (ed.). De Homero a Libanio. Madrid: Ediciones Clásicas, 2005. p. 213-224.

GRIFFITH, Mark. Aristophanes’ Frogs. Oxford; New York: Oxford University Press, 2013.

MACDOWELL, Douglas. Aristophanes and Athens. Oxford; New York: Oxford University Press, 1995.

MOSTAÇO, Edelcio. Teatro, o ato e o fato estético. In: ______. Incursões e excursões. São Paulo: Pequeno Gesto, 2018. p.83-99.

ROSADO FERNANDES, Rául Miguel. Catábase ou descida aos infernos alguns exemplos literários. Humanitas, Coimbra, n. XLV, p. 347-359, 1993. Disponível em: https://www.uc.pt/fluc/eclassicos/publicacoes/ficheiros/humanitas45/19_Rosado_Fernandes.pdf. Acesso em: 14 out. 2017.

RUSSO, Carlo F. Aristophanes: An Author for the Stage. London; New York: Routledge, 1994.

SIFAKIS, Gregory Michel. Parabasis and Animal Choruses. London: Athlone Press, 1971.

SILVA, Maria de Fátima S. Crítica do teatro da comédia antiga. Coimbra: INIC, 1987.

SILVA, Maria de Fátima S. Ensaios sobre Aristófanes. Lisboa: Cotovia, 2007.

SILVA, Maria de Fátima S. Ensaios sobre Eurípides. Lisboa: Cotovia, 2005.

SLATER, Niall W. Spectator Politics: Metatheatre and Performance in Aristophanes. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 2002.

VERNANT, Jean-Pierre. Um teatro da cidade. In: ______. Entre mito & política. Tradução de Cristina Murachco. São Paulo: Edusp, 2001. p. 347-357.

WRIGHT, Matthew. Euripides’ escape-tragedies: a study of Helen, Andromeda, and Iphigenia among the Taurians. Oxford University Press, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.29.1.127-139

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Elisana De Carli

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.