Crime, violência e maldade na “Literatura do Norte”, uma problemática em questão / The Problem of Crime, Violence, and Wickedness in “Literature of the North”

Ana Márcia Alves Siqueira

Resumo


Resumo: Nos romances constituintes da “Literatura do Norte”, de Franklin Távora, o crime, a violência e a maldade são temas recorrentes. A escolha de bandidos e tipos marginalizados, como protagonistas de suas obras, sugere que, além do objetivo primeiro de exaltar os tipos humanos, as figuras lendárias e os heróis tradicionais da região, o autor constrói romances que investigam os meandros interiores da alma humana e buscam compreender as forças motrizes direcionadoras das escolhas individuais. A partir da concepção de que a literatura funciona como um instrumento de sondagem do eu e do outro, dos anseios e desejos mais obscuros do homem, o artigo objetiva discutir como o tratamento desses temas, na produção de Franklin Távora, revela, por um lado, a cosmovisão do autor, permeada pela confluência de estilos literários, ideologias e teorias filosófico-cientificistas em um momento de transformação do país; por outro, põe em pauta um questionamento primordial sobre o Mal e suas consequências.

Palavras-chave: banditismo; mal; “Literatura do Norte”.

Abstract: In the novels that constitute Franklin Távora’s “Literature of the North,” crime, violence, and evil are recurring topics. The choice of villains and types marginalized as protagonists of his works suggests that besides the primary purpose of exalting the human types, the legendary figures, and traditional heroes of the region, the author creates novels that investigate the inner meanders of the human soul and seek to understand the driving forces that guide the individual. Based on the conception that literature serves as a tool for probing the self and the Other, their longings and obscure desires, the article discusses how these topics allow Franklin Távora, on one hand, to reveal his worldliness in the confluence of literary styles, ideologies, and philosophical-scientific theories in a moment of transformation of the country. On the other hand, they allow him to discuss fundamental questions about the human condition.

Keywords: banditry; evil; “Literature of the North”.


Palavras-chave


banditismo; mal; “Literatura do Norte”; banditry; evil; “Literature of the North”.

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Retórica das paixões. Trad. Isis Borges B. da Fonseca. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

BARROS, Roque Spencer Maciel. A ilustração brasileira e a idéia de universidade. São Paulo, Convívio: Universidade de São Paulo, 1986.

BARROSO, Gustavo. Heróis e bandidos: os cangaceiros do Nordeste. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1931.

BATAILLE, Georges. Le Mal. In: ______. Œuvres complètes. Paris: Gallimard, 1971. v. 3.

BATAILLE, Georges. A literatura e o mal. Trad. Suely Bastos. Porto Alegre: L&PM, 1989.

BATISTA, Sebastião Nunes. Antologia da literatura de cordel. Natal: Gráfica Manimbu/ Fundação José Augusto, 1977.

CANDIDO, Antonio. Literatura e subdesenvolvimento. In: MORENO, César F. América Latina em sua literatura. São Paulo: Perspectiva, 1979.

CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira. (Momentos decisivos). 8. ed. Belo Horizonte/Rio de Janeiro: Itatiaia, 1997. v. 2.

CASCUDO, Luís da C. Cinco livros do povo. Rio de Janeiro: José Olympio, 1953.

CASCUDO, Luís da C. Flor dos romances trágicos. Rio de Janeiro: Ed. do Autor, 1966.

COSTA, Francisco. A. Pereira. Folk-lore pernambucano. 2. ed. Recife: CEPE, 2004.

DAUS, Ronald. O ciclo épico dos cangaceiros na poesia popular do nordeste. Trad. Rachel Teixeira Valença. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1982.

ELIAS, Norbert. O processo civilizacional. Trad. Lídia Campos Rodrigues. Lisboa: Dom Quixote, 1989. v. 1.

FERRERAS, Norberto O. Bandoleiros, cangaceiros e matreiros: revisão da historiografia sobre banditismo social na América Latina. História, Franca, v. 22, n. 2, p. 211-226, ago. 2003.

FRANCO JÚNIOR, Hilário. O fogo de Prometeu e o escudo de Perseu: reflexões sobre a mentalidade e o imaginário. Signum, n. 5, p. 73-116, 2003.

GAMA, José Bernardo Fernandes. Memórias históricas da Província de Pernambuco. 2. ed. Recife: Arquivo Público Estadual, 1977. v. 2.

HOBSBAWM, Eric J. Bandidos. 2. ed. Trad. Donaldson Magalhães Garschagen. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1976.

PERNAMBUCANO DE MELLO, Frederico. Guerreiros do sol: violência e banditismo no Nordeste do Brasil. 4. ed. São Paulo: A Girafa, 2004.

QUEIROZ, Maria Isaura P. Os cangaceiros. São Paulo: Duas Cidades, 1977.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. 5. ed. Trad. Lourdes Santos Machado. São Paulo: Abril Cultural, 1988.

SALIBA, Elias Thomé. As utopias românticas. São Paulo: Brasiliense, 1991.

STAROBINSKI, Jean. As máscaras da civilização. Trad. Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

TÁVORA, Franklin. A liberdade de ensino. Recife: Tipografia do Jornal do Recife, 1868.

TÁVORA, Franklin. O matuto: crônica pernambucana. 2. ed. Rio de Janeiro: Garnier, 1902.

TÁVORA, Franklin. O Cabeleira. 8. ed. São Paulo: Ática, 1998.

TÁVORA, Franklin. Lourenço: crônica pernambucana. São Paulo: Ediouro, [s. d.].

WECKMANN, Luis. La herencia medieval del Brasil. México: Fondo de Cultura Econômica, 1993.

ZOLA, Émílio. Teresa Raquin. Trad. Jorge Reis. Lisboa: Guimarães, 1960.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.20.3.211-226

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 Ana Márcia Alves Siqueira



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.