Borges: índoles da nacionalidade, problemas do nacionalismo / Borges: Characteristics of Nationality, Nationalism Problems

Newton de Castro Pontes

Resumo


Resumo: A fim de compreender como a discussão sobre nacionalidade literária se expressou na produção de Jorge Luis Borges, este artigo analisa três diferentes ensaios escritos pelo autor argentino entre os anos 1920 e 1950 – “Queja de todo criollo” (1926), “Nuestro pobre individualismo” (1946) e “El escritor argentino y la tradición” (1953) –, nos quais são discutidos problemas relacionados ao nacionalismo na literatura argentina, especialmente questões sobre o criollismo, a poesia gauchesca (no que se destaca o épico Martín Fierro, de José Hernández) e as relações entre o escritor latino-americano e a tradição literária europeia. Para melhor entender a posição de Borges, recorremos também aos estudos de Antonio Candido (“Literatura e subdesenvolvimento”) e de Silviano Santiago (“O entre-lugar do discurso latino-americano”) sobre os problemas da imitação e da assimilação nas literaturas latino-americanas; por fim, apontamos em Machado de Assis, elementos precursores das discussões de Borges, tal como foram percebidos por Leyla Perrone-Moisés em “Machado de Assis e Borges: nacionalismo e cor local”.

Palavras-chave: Jorge Luis Borges; nacionalismo literário; poesia gauchesca; criollismo; literatura argentina; literatura latino-americana.

Abstract: In order to understand how the discussion on literary nationality expressed in Jorge Luis Borges’ literary works, we analyse three different essays. They were written by the Argentine author between the 1920s-50s –“Queja de todo criollo” (1926), “Nuestro pobre individualismo” (1946) and “El escritor argentino y la tradición” (1953) – in which he debates problems related to nationalist views in Argentine literature, especially issues about criollismo, gauchesca poetry (with an emphasis on Martín Fierro, José Hernández’s epic) and the relations between Latin American writers and the European literary tradition. To better comprehend Borges’ position on the subject, we refer to the studies written by Antonio Candido (“Literatura e subdesenvolvimento”) and Silviano Santiago (“O entre-lugar do discurso latino-americano”) about the problems of imitation and assimilation in Latin American literatures. Lastly, we find in Machado de Assis precursory elements of Borges’ discussions, as those were pointed out by Leyla Perrone-Moisés in “Machado de Assis e Borges: nacionalismo e cor local”.

Keywords: Jorge Luis Borges; literary nationalism; gauchesca poetry; criollismo; Argentine literature; Latin American literature.


Palavras-chave


Jorge Luis Borges; nacionalismo literário; poesia gauchesca; criollismo; literatura argentina; literatura latino-americana; literary nationalism; gauchesca poetry; criollismo; Argentine literature; Latin American literature.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, José de. Benção paterna. In: ______. Obra completa. Rio de Janeiro: Aguilar, 1959. v. 1, p. 691-701.

ASSIS, Machado de. Notícia da atual literatura brasileira. Instinto de nacionalidade. Disponível em: http://machado.mec.gov.br/obra-completa-lista/item/109-noticia-da-atual-literatura-brasileira-instinto-de-nacionalidade. Acesso em: 18 set. 2019.

BORGES, Jorge Luis. El escritor argentino y la tradición. In: ______. Discusión. Madrid: Alianza Editorial, 1997. p. 188-203.

BORGES, Jorge Luis. Inquisiciones / Otras inquisiciones. Buenos Aires: Debolsillo, 2012.

CANDIDO, Antonio. Literatura e subdesenvolvimento. In: ______. A educação pela noite. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2006. p. 169-196.

CERVANTES, Miguel de. Dom Quixote de la Mancha. Tradução de Aquilino Ribeiro. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1963.

CORTÁZAR, Julio. 62 Modelo para armar. Buenos Aires: Alfaguara, 1995.

FISHBURN, Evelyn; HUGHES, Psiche. Criollo. In: ______. A Dictionary of Borges. London: Duckworth, 1990. p. 65.

HERNÁNDEZ, José. El gaucho Martín Fierro y La vuelta de Martín Fierro. Buenos Aires: Editorial Betina, [199-?].

LIMA, Luiz Costa. Aproximação de Jorge Luis Borges. In: ______. O fingidor e o censor: no Ancien Régime, no Iluminismo e hoje. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1988. p. 257-306.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Machado de Assis e Borges: nacionalismo e cor local. In: SCHWARTZ, Jorge (Org.). Borges no Brasil. São Paulo: Editora UNESP; Imprensa Oficial do Estado, 2001. p. 101-114.

SANTIAGO, Silviano. O entre-lugar do discurso latino-americano. In: ______. Uma literatura nos trópicos. Recife: Cepe, 2019. p. 9-30.

SARLO, Beatriz. Borges, un escritor en las orillas. Borges Studies Online. Pittsburgh: J. L. Borges Center for Studies & Documentation, 2001. E-book. Disponível em: https://www.borges.pitt.edu/bsol/bse3.php. Acesso em: 28 dez. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.30.1.205-227

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Newton de Castro Pontes

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.