Silviano Santiago: elogio e crítica a Lévi-Strauss, ou Lévi-Strauss como texto e bom pretexto / Silviano Santiago: Praise and Critique of Lévi-Strauss, or Lévi-Strauss as Text and Good Pretext

Lilia Katri Moritz Schwarcz

Resumo


Resumo: Este texto analisa o livro de Silviano Santiago, Uma literatura nos trópicos, que completou quarenta anos em 2018, consolidando sua vocação como um “livro de formação”. O ensaio procura acompanhar os diversos capítulos da obra e assim destacar o conceito de “entre-lugar”, gerado, segundo o próprio autor, a partir do caos experimental-existencial do escritor brasileiro e do seu atravessamento entre o discurso das metrópoles e aquele da produção colonial. O texto objetiva ainda mostrar como, no andamento da obra, a figura de Claude Lévi-Strauss ocupa espaços diversos. Se o etnólogo do primeiro capítulo é o herói de Tristes trópicos, já o antropólogo do último texto de Uma literatura nos trópicos é aquele de Estruturas elementares do parentesco e do amplo projeto intitulado de Mitológicas que, nesse caso, comporta-se como grande “adversário” estrutural.

Palavras-chave: Silviano Santiago; Lévi-Strauss; etnologia, entre-lugar; antropologia; metrópole.

Abstract: This text analyses Silviano Santiago’s book A literature in the Tropics, which has turned its 40th anniversary in 2018, consolidating its vocation as a “formation book”. The essay focuses on tracing several chapters of this work and thus highlights the concept of “the space in-between”, created, according to its own author, from the Brazilian writer’s experimental-existential chaos and from his movement between the metropolitan discourse and the colonial production. The text aims, moreover, at showing, in the course of the work, how the Claude Lévi-Strauss’ figure occupies certain spaces. Whereas the ethnologist of the first chapter is the hero of Sad Tropics, the anthropologist of the last text of A literature in the Tropics is that of Elementary structures of kinship and of the vast project entitled Mythologicals which, in this case, behaves as a great structural “adversary”.

Keywords: Silviano Santiago; Lévi-Strauss; Ethnology; in-between; Anthropology; metropolis.


Palavras-chave


Silviano Santiago; Lévi-Strauss; etnologia, entre-lugar; antropologia; metrópole; Ethnology; in-between; Anthropology; metropolis.

Texto completo:

PDF

Referências


BARTHES, Roland. Mitologias. São Paulo: Difel, 2002.

BHABHA, Homi. O local da cultura. Tradução de Eliana Lourenço de Lima Reis, Gláucia Renate Gonçalves e Myriam Ávila. Belo Horizonte: Editora UFMG: 2000.

BORGES, Jorge Luis. Pierre Menard, autor do Quixote. In: BORGES, Jorge Luis. Ficções. Buenos Aires: Ediciones Sur, 1944.

CASTRO, Eri Santos. “Tristes Trópicos”: uma das principais elaborações do século XX. Blog Eri Castro, [s.l.], 4 nov. 2009. Disponível em: http://erisantoscastro.blogspot.com/2009/11/tristes-tropicos-uma-das-principais.html]. Acesso em: 10 jan. 2020.

CLASTRES, Pierre. A sociedade contra o Estado. Tradução de Theo Santiago. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1982.

DERRIDA, Jacques. A escritura e a diferença. Tradução de Maria Beatriz Marques Nizza da Silva, Penola de Carvalho e Pedro Leite Lopes. São Paulo: Perspectiva, 1995.

DERRIDA, Jacques. Gramatologia. Tradução de Miriam Schnaiderman e Renato Janine Ribeiro. São Paulo: Perspectiva, 2004.

GÂNDAVO, Pedro de Magalhães. Tratado da Terra do Brasil. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2008. [Manuscrito original de 1576 pertence à Biblioteca do Porto, Portugal].

LEFORT, Claude. Formas da história: Ensaios de antropologia política. São Paulo: Brasiliense, 1979.

LÉVI-STRAUSS, Claude. O pensamento selvagem. Tradução de Tania Pellegrini. Campinas, SP: Papirus, 1989.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Raça e história. Tradução de Inácio Canelas. Lisboa: Editorial Presença, 1952.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Tristes trópicos. Tradução de Rosa Freire D’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

MONTAIGNE, Michel de. Os Ensaios. Tradução de Rosa Freire D’Aguiar São Paulo: Penguin & Companhia das Letras, 2017.

SAER, Juan José. El antenado. Buenos Aires, México: Folios, 1983.

SANTIAGO, Silviano. Nas malhas da letra. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos. São Paulo: Perspectiva, 1978.

SANTIAGO, Silviano. Vale quanto pesa. São Paulo: Paz e Terra, 1982.

SAUSSURE, Ferdinand de. Escritos de linguística geral. São Paulo: Cultrix, 2004.

SKREPETZ, Inês. Silviano Santiago e o entre-lugar na Literatura. Texto adaptado por Caroline Svitras. Conhecimento Prático Literatura, [s. l.], 03 out. 2017. Disponível em: https://conhecimentoliteratura.com.br/silviano-santiago-e-o-entre-lugar-na-literatura/. Acesso em: 10 jan. 2020.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.30.1.83-94

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Lilia Katri Moritz Schwarcz

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.