Uma literatura nos trópicos: notas ao pé da página / Uma literatura nos trópicos: Footnotes

Eneida Leal Cunha

Resumo


Resumo: Como “notas ao pé da página”, o artigo retorna a Uma literatura nos trópicos e a seu mais célebre ensaio, “O entre-lugar do discurso latino-americano”, para articulá-los a uma sequência de ensaios posteriores publicados pelo autor Silviano Santiago, nos quais se reiteram e se desdobram os ímpetos do gesto crítico inaugural, desconstrutor, intempestivo e extemporâneo. Exploram-se, portanto, em trabalhos escritos entre 1972 e 2000, as operações de confronto com linearidade do argumento histórico, as leituras a contrapelo, as recuperações no arquivo colonial e a exploração dos nexos recalcados que sustentam e legitimam, no Brasil, hierarquias, violências, exclusões, racismos e a obliteração da palavra do Outro.

Palavras-chave: Silviano Santiago; Uma literatura nos trópicos; crítica contemporânea; crítica pós-colonial.

Abstract: As footnotes, we return to Uma literatura nos trópicos (A Literature in the Tropics) and to its most notable  essay, “O entre-lugar do discurso latino-americano” (The In-Between Space of the Latin American Discourse). We  connect these works to a series of later essays by Silviano Santiago, in which he reiterates and develops the original, deconstructive and untimely critical gesture. Hence, we explore, in writings published between 1972 and 2000, how the author contests the linearity of historical argument, reads against the grain, returns to the colonial archive and explores the repressed nexus of connections, in Brazil, that sustains and legitimates hierarchies, violence, exclusion, racisms and the erasure of the word of the Other.

Keywords: Silviano Santiago; Uma literatura nos trópicos; contemporary criticismo; postcolonial criticism.


Palavras-chave


Silviano Santiago; Uma literatura nos trópicos; crítica contemporânea; crítica pós-colonial; contemporary criticismo; postcolonial criticism.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSIS, Machado. Crítica. In: COUTINHO, Afrânio (org.). Obra completa de Machado de Assis. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1986. v. 3, p. 903-913.

BOSI, Alfredo. História concisa da literatura Brasileira. São Paulo: Cultrix, 1970.

CANDIDO, Antonio. Formação da Literatura Brasileira: momentos decisivos. São Paulo: Martins, 1959. 2 v.

CUNHA, Eneida Leal. Curto circuito, leituras de Silviano Santiago. Cadernos do Centro de Pesquisas Literárias da PUC-RS, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 135-142, abr. 1997.

CUNHA, Eneida Leal. Do crânio da onça jabuti faz seu escudo: Silviano Santiago como intérprete do Brasil. Letterature d’America, Roma, a. XXI, n. 135, p. 67-79, 2011.

CUNHA, Eneida Leal. Escrever contra, a urgente tarefa deste milênio. Suplemento Pernambuco, Recife, n. 147, p. 16-17, maio 2018.

DELEUZE, Gilles. Lógica do sentido. Tradução de Luiz Roberto Salinas Fortes. São Paulo: Perspectiva, 1998.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Tradução de Luiz Felipe Baeta Neves. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1978.

SANTIAGO, Silviano. Intérpretes do Brasil. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2000. 3 v.

SANTIAGO, Silviano. Ora direis puxar conversa. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

SANTIAGO, Silviano. Ruptura e tradição: Uma literatura nos trópicos 40 anos. Entrevista concedida a Andre Bittencourt e Maurício Hoelz. Blog BVPS, [S. l.], 09 set. 2018. Disponível em: https://blogbvps.wordpress.com/2018/09/09/ruptura-e-tradicao-uma-literatura-nos-tropicos-40-anos-entrevista-com-silviano-santiago/. Acesso em: 20 out. 2018.

SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos: ensaios sobre dependência cultural. São Paulo: Perspectiva: Secretaria da Cultura, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, 1978.

SANTIAGO, Silviano. Vale quanto pesa: ensaios sobre questões político-culturais. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.30.1.119-134

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Eneida Leal Cunha

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.