Elementos plautinos em O santo e a porca, de Ariano Suassuna / Plautine Elements In Ariano Suassuna’s O santo e a porca

Matheus Trevizam

Resumo


Resumo: De acordo com indicações oferecidas pelo próprio Ariano Suassuna, sua peça O santo e a porca dialoga decididamente com a Aulularia de Tito Mácio Plauto. Neste processo, a caracterização típica de algumas personagens permanece, com muito da trama e o emprego de nomes pessoais expressivos. Neste artigo, será nossa tarefa procurar por pontos de coincidência entre os dois produtos teatrais aludidos, sobretudo em relação à personagem do avarento e a elementos selecionados da trama.

Palavras-chave: Aulularia; O santo e a porca; Comédia; adaptação; personagem.

Abstract: In accordance with indications offered by Ariano Suassuna himself, his play O santo e a porca (1957) dialogues decisively with Titus Maccius Plautus’s Aulularia. In this process, the typical characterization of some personages remains, with much of the plot and the use of expressive personal names. In this article, it will be our task to search for points of coincidence between both theatrical products alluded, mostly in relation to the character of the miser and to selected elements of the plot.

Keywords: Aulularia; O santo e a porca; comedy; adaptation; personage.


Palavras-chave


Aulularia; O santo e a porca; Comédia; adaptação; personagem; comedy; adaptation; personage.

Texto completo:

PDF

Referências


BAILLY, Anatole. Dictionnaire grec-français. Paris: Hachette, 2000.

BERRETTINI, Célia. De Plauto a Suassuna: o quiproquó. In: BERRETTINI, Célia (Org.). O teatro ontem e hoje. São Paulo: Perspectiva, 1980, p. 61-65.

BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia grega: vol. I. Petrópolis: Vozes, 1986.

CARDOSO, Isabella Tardin. Introdução. In: PLAUTO. Estico. Trad., introdução e notas de Isabella Tardin Cardoso. Campinas: Unicamp. 2006, p. 23-83.

CICÉRON. Rhétorique à Hérennius. Texte revu et traduit par Henri Bornecque. Paris: Garnier Frères, s.d.

COSTA, Aída. Introdução. In: PLAUTO. Aulularia. Trad., introdução e notas da profa. Aída Costa. São Paulo: Difel, 1967, p. 7-71.

CUNHA, Euclides da. Os Sertões. Rio de Janeiro/ São Paulo: Record, 2000.

DICIONÁRIO etimológico da mitologia grega (Università degli Studi di Trieste). Disponível em: . Acesso: 21 fev. 2014.

DINIZ, Telma Franco. Tradução, adaptação, apropriação: recriações de uma mesma matriz. In: Souza e Silva, Maria de Fátima; BARBOSA, Tereza Virgínia Ribeiro. Tradução & recriação. Belo Horizonte/ Coimbra: Faculdade de Letras da UFMG/ Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 2010, p. 117-127.

DUPONT, Florence. Le théâtre latin. Paris: Armand Colin, 1999.

DUPONT, Florence; LETESSIER, Pierre. Le théâtre romain. Paris: Armand Colin, 2011.

GAILLARD, Jacques; MARTIN, René. Les genres littéraires à Rome. Paris: Nathan/ Scodel, 1990.

GRIMAL, Pierre. O teatro antigo. Trad. António M. Gomes da Silva. Lisboa: Edições 70, 2002.

HOUAISS, Antônio. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

KANAVOU, Nikoletta. Aristophanes’ comedy of names: a study of speaking names in Aristophanes. Berlin/ New York: Walter de Gruyter, 2011.

MACHADO, José Pedro. Dicionário onomástico-etimológico da língua portuguesa. Lisboa: Editorial Confluência, s.d.

MELO, José Laurênio de. Notícia biobibliográfica. In: SUASSUNA, Ariano. O santo e a porca. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008.

MOLIÈRE. O avarento. Trad. António Feliciano de Castilho. Rio de Janeiro: W. M. Jackson, 1950.

OLIVA NETO, J. A. Introdução. In: CATULO. O livro de Catulo. Trad., introdução e notas de João A. O. Neto. São Paulo: Edusp, 1996, p. 15-63.

PERNOT, Laurent. La rhétorique dans l’Antiquité. Paris: Livre de Poche, 2000.

PLAUTO. Aulularia: a comédia da panelinha. Trad., introdução e notas da profa. Aída Costa. São Paulo: Difel, 1967.

PLAUTO. Aulularia. In: PLAUTO. Le commedie. A cura di Ettore Paratore. Roma: Tascabili Newton, 2004, p. 249-335.

POCIÑA, Andrés. Épica y teatro. In: CODOÑER, Carmen. (Org.). Historia de la literatura romana. Madrid: Cátedra, 2007, p. 13-70.

SANTOS, Idelette Muzart Fonseca dos. Em demanda da poética popular: Ariano Suassuna e o movimento armorial. Campinas: Unicamp, 1999.

SUASSUNA, Ariano. Le mouvement armorial. In. Cause commune: les imaginaires. 1. Paris: UGE, 1976, p. 47-78.

SUASSUNA, Ariano. Nota do autor. In: SUASSUNA, Ariano. O santo e a porca. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008, p. 7-14.

SUASSUNA, Ariano. O santo e a porca. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008.

TREVIZAM, Matheus. Du comique ou de la dramaticité aux dialogues champêtres de Varron et de Cicéron? Mosaïque, Lille, n. 9, p. 93-107, juillet 2013.

VASSALLO, Lígia. O sertão medieval: origens europeias do teatro de Ariano Suassuna. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1993.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.24.1.135-152

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Matheus Trevizam



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.