Il Brasile, i Brasili e Brasilia: o desafio de traduzir Gilberto Freyre para o italiano / Il Brasile, i Brasili e Brasilia: The Challenge of Translating Gilberto Freyre to Italian Language

Nicoletta Cherobin, Sandra Bagno

Resumo


Resumo: Este artigo trata de um dos principais desafios enfrentados na tradução italiana do conjunto de ensaios intitulado Brasis, Brasil e Brasília (Il Brasile, i Brasili e Brasilia), de Gilberto Freyre. Nesta obra, publicada em 1968, são abordados, segundo o próprio autor, “temas sociais – sociológicos, antropológicos e até políticos – de interesse geral, e não apenas brasileiro, e sob o critério principalmente científico e não preponderantemente cívico ou nacional”. Devido ao estilo típico do intelectual nordestino, a discussão concentra-se primeiramente na reflexão teórica ligada à importância da presença ativa do tradutor dentro do texto traduzido e, em seguida na demonstração dos exemplos considerados mais representativos e das soluções encontradas acerca da complexa sintaxe freyriana e do uso de construções verbais que não têm correspondência direta em língua italiana. Nesse caso, a tradução pode apresentar alterações da estrutura sintática do texto de partida, levando à criação de um texto novo. No caso específico desta análise, em Brasis, Brasil e Brasília a riqueza léxico-semântica e a complexa estrutura sintática se fundem em uma língua de grande força expressiva, e especialmente rica do ponto de vista da identidade nacional brasileira, que nem sempre foi fácil traduzir em italiano.

Palavras-chave: Gilberto Freyre; Brasis; Brasil e Brasília; tradução italiana.

Abstract: This article comprises one of the main challenges faced in the Italian translation of the collection of essays entitled Brasis, Brasil e Brasilia (Il Brasile, i Brasili e Brasilia), by Gilberto Freyre. This work, published in 1968, addresses various social issues of public interest, including anthropological, sociological and political, that are not specific to Brazil. Freyre focuses on those issues that fall under scientific criteria and are not predominantly civic or national. Due to the typical style of Gilberto Freyre, the discussion focuses primarily on theoretical reflections linked to the importance of the active presence of the translator within the translated text; subsequently, it presents examples that are considered most representative. Solutions to the complex syntax of the Brazilian author and his use of verbal constructs that do not have a direct correspondence in Italian are also evidenced. In this case, the translation may contain changes in the syntactic structure of the source manuscripts, resulting in the creation of a new text. Regarding the text Brasis, Brasil e Brasília, the lexicosemantic richness and the complex syntactic structure combine to create a powerfully expressive language. This language is also considered especially rich from the perspective of Brazilian national identity, which has not always been easy to translate into Italian.

Keywords: Gilberto Freyre; Brasis; Brasil e Brasília; italian translation.


Palavras-chave


Gilberto Freyre; Brasis; Brasil e Brasília; italian translation.

Texto completo:

PDF

Referências


BASSNETT, Susan; LEFEVERE, André (Org.). Translation, History and Culture. London: Pinter, 1990.

BENJAMIN, Walter. A tarefa-renúncia do tradutor. Tradução de Susana Kampff Lages. In: HEIDERMANN, Werner (Org.). Clássicos da teoria da tradução. Florianópolis: NUT-UFSC, 2001. p. 188-215. v. 1: português-alemão. Antologia bilíngue.

DELISLE, Jean; LEE-JAHNKE, Hannelore, CORMIER, Monique C. Terminologia della traduzione. Traduzione di Caterina Falbo e Maria Teresa Musacchio. Milano: Hoepli, 2006.

ECO, Umberto. Quase a mesma coisa. Rio de Janeiro: Record, 2007.

FANTINATTI, Tatiana. A recepção do sertão brasileiro pela cultura italiana: traduções das obras rosiana e euclidiana. In: GUERINI, Andréia; TORRES, Marie-Hélène C., COSTA, Walter Carlos (Org.). Literatura traduzida e literatura nacional. Rio de Janeiro: 7Letras, 2008. p. 53-66.

FREYRE, Gilberto. Brasis, Brasil e Brasília: sugestões em torno de problemas brasileiros de unidade e diversidade e das relações de alguns deles com problemas gerais de pluralismo étnico e cultural. Rio de Janeiro: Record, 1968.

GUERINI Andréia; TORRES Marie-Hélène C.; COSTA Walter Carlos (Org.). Literatura e tradução: textos selecionados de José Lambert. Rio de Janeiro: 7Letras, 2011.

LANCIANI, Giulia, TAVANI, Giuseppe. Grammatica portoghese. Milano: LED Edizioni Universitarie, 1993.

LOSANO, Mario Giuseppe. Ambigui tropici: la multietnicità felice di Gilberto Freyre e l’ultimo colonialismo portoghese. Teoria Politica, Roma, n. 1, 2008, p. 5-45. Disponível em: http://goo.gl/KpbyRb. Acesso em: 15 nov. 2015.

NIDA, Eugene Albert. Toward a Science of Translating: with Special Reference to Principles and Procedure Involved in Bible Translating. Leiden: E. J. Brill, 1964.

VENUTI, Lawrence. L’invisibilità del traduttore: una storia della traduzione. Traduzione di Marina Guglielmi Roma: Armando, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.25.2.225-239

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Nicoletta Cherobin, Sandra Bagno



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.