A tradução comentada em contexto acadêmico: reflexões iniciais e exemplos de um gênero textual em construção / Commented Translation in Academic Context: Initial Reflections and Examples of Textual Genre Under Construction

Adriana Zavaglia, Carla M. C. Renard, Christine Janczur

Resumo


Resumo: O presente artigo propõe contribuir, numa espécie de hermenêutica da práxis, para um entendimento inicial, nos Estudos da Tradução, do gênero textual tradução comentada – pouco discutido, porém muito frequente – no âmbito acadêmico, mais especificamente, no contexto de trabalho de conclusão de mestrado. Para tanto, apresentaremos exemplos de duas dissertações, a primeira discutindo uma tradução com notas e a segunda uma tradução com comentários, ambas do francês para o português brasileiro, cujos resultados se encaixam, a nosso ver, nesse gênero, ainda em construção. Traremos, ainda, discussões de trabalhos publicados a respeito e considerações sobre a relação entre a prática acadêmica da tradução comentada e fundamentos teóricos possíveis.

Palavras-chave: Tradução comentada; tradução anotada; contexto acadêmico; francês.

Abstract: This article proposes a contribution, in a sort of hermeneutics of praxis, for an initial understanding of the genre commented translation – little discussed, but very common – in Translation Studies, in the academic environment, more specifically, in the context of masters dissertations. To this end, we present examples of two dissertations, the first one, discussing a translation with notes and the second one, a translation with commentary, both from French into Brazilian Portuguese, whose results fit, in our understanding, in this genre. We will also deal with issues related to some published works and a discussion on the relationship between the academic practice of commented translation and its possible theoretical foundations.

Keywords: commented translation; annotated translation; academic context; French.


Palavras-chave


commented translation; annotated translation; academic context; French.

Texto completo:

PDF

Referências


ABES, Gilles Jean. Charles Baudelaire e sua primeira crítica de arte: tradução de uma carta de 1838 endereçada ao coronel Aupick. Scientia Traductionis, Florianópolis, n. 7, p. 135-147, 2010,

ÁLVAREZ, Ana María García. Evaluating Students› Translation Process in Specialised Translation: Translation Commentary. JoSTrans – The Journal of Specialised Translation, London, n. 7, p. 139-163, jan. 2007. Disponível em: http://www.jostrans.org/issue07/art_alvarez.php. Acesso em: 10 nov. 2015.

BERMAN, Antoine. L’épreuve de l’étranger. Paris: Gallimard, (1984) 2011.

BERNARD, Claude. Introduction à l´étude de la médecine expérimentale. Paris: Flammarion, (1865) 2008.

BOISSEAU, Maryvonne. Présentation. Palimpsestes, Paris, n. 20, p. 1-7. Disponível em: http://palimpsestes.revues.org/59. Acesso em: 10 nov. 2015.

CHEDID, Andrée. L’enfant multiple. Paris: Flammarion, 1989.

FRÖMMING, Sigfrid. Max und Moritz: uma tradução comentada. Cadernos de literatura em tradução, São Paulo, n. 12, p. 209-224, 2011.

GENETTE, Gérard. Seuils. Paris: Seuil, 1987. (Coleção Poétique)

JANCZUR, Christine. Apresentação de uma tradução comentada da Introdução e da Primeira Parte de Introduction à l’étude de la médecine expérimentale de Claude Bernard: do projeto à realização. 2015. 215 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

KARAS, Hilla. Le statut de la traduction dans les éditions bilingues: de l’interprétation au commentaire. Palimpsestes, Paris, n. 20, p. 1-13, 2007. Disponível em: http://palimpsestes.revues.org/59. Acesso em: 10 nov. 2015.

LAURENCE, Anthony. AntConc 3.4.1w. Disponível em: http://www.antlab.sci.waseda.ac.jp/software.html. Acesso em: 10 nov. 2015.

MESCHONNIC, Henri. Critique du rythme: anthropologie historique du langage. Paris: Editions Verdier, 1990.

MESCHONNIC, Henri; DESSONS, Gérard. Traité du rythme – des vers et des proses. Paris: Dunod, 1998.

RENARD, Carla de Mojana di Cologna. O ritmo no romance L’enfant multiple, de Andrée Chedid: uma tradução comentada. Relatório de Qualificação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo. 2014. 147 p.

SANCONIE, Maïca. Préface, postface, ou deux états du commentaire par des traducteurs. Palimpsestes, Paris, n. 20, p. 1-11, 2007. Disponível em: http://palimpsestes.revues.org/59. Acesso em: 10 nov. 2015.

SARDIN, Pascale. De la note du traducteur comme commentaire: entre texte, paratexte et prétexte. Palimpsestes, Paris, n. 20, p. 1-11, 2007. Disponível em: http://palimpsestes.revues.org/59. Acesso em: 10 nov. 2015.

SCHLEIERMACHER, Friedrich. E. D. Sobre diferentes métodos de traduzir. Tradução de Celso Braida. Princípios, Natal, v. 14, n. 21, p. 233-265, 2007,

VENUTI, Lawrence. The translator’s Invisibility. London, New York: Routledge, 1995.

WILLIANS, Jenny; CHESTERMAN, Andrew. The Map: a beginner’s guide to doing research in Translation Studies. Manchester: St. Jerome Publishing, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.25.2.331-352

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Adriana Zavaglia, Carla M. C. Renard, Christine Janczur



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.