Temporalização e espacialização nas distopias de Haruki Murakami e George Orwell em 1Q84/1984 / Temporalization and Spacing in Dystopias by Haruki Murakami and George Orwell, 1Q84/1984

Rafael da Cunha Duarte Francisco

Resumo


Resumo: O presente trabalho tem como seu principal objetivo pensar as questões da espacialização e da temporalização da distopia no romance 1Q84 do escritor japonês Haruki Murakami a partir de uma comparação com a obra homônima escrita por George Orwell. Procuramos pensar como esse processo de uma narrativa temporalizada no romance de Orwell é apropriado e transformado pelo projeto estético de Murakami. Portanto, a nossa investigação se concentrará em tentar refletir sobre esse processo de espacialização da distopia, levado a cabo por Haruki Murakami em seu romance, procurando pensar como ele é capaz de inaugurar também uma nova experiência do tempo na qual a distopia não mais se encontra no futuro distante mas sim no passado (ou no presente) dos seus leitores. O ano de 1984 que em George Orwell virou símbolo do terror que estava à espreita de seus leitores e leitoras, agora – em 2009 – é retomado por Murakami como um passado distópico, como um outro lugar no qual o terrível mundo de 1Q84 tem lugar. Funda-se assim uma distopia espacializada que é, ao mesmo tempo, uma distopia do passado.

Palavras-chave: distopia; Haruki Murakami; George Orwell.

Abstract: The present work has as its main objective to think the issues of space and temporality of dystopia in the novel 1Q84 writen by Haruki Murakami on a comparison with the homonymous work written by George Orwell. We try to think how this process of a temporalized narrative in Orwell’s novel is appropriated and transformed by the aesthetic project of Murakami. Therefore, our research will focus on trying to reflect on the process of a spacialized dystopia, carried out by Haruki Murakami in his novel, seeking to think how he is able to also inaugurate a new experience of time in which the dystopia is no longer in the distant future but in the past (or present) of its readers. The year 1984 in George Orwell turned in a symbol of terror that was on the prowl for his readers, now – in 2009 – is taken up by Murakami as a dystopian past, as another place where the terrible world of 1Q84 takes place. Thus begins a specialized distopia which is at the same time, a distopia of the past.

Keywords: dystopia; Haruki Murakami; George Orwell.


Palavras-chave


dystopia; Haruki Murakami; George Orwell.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. A estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BERLIN, Isaiah. Limites da utopia: capítulos da história das ideias. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

CALVINO, Italo. As cidades invisíveis. São Paulo: Biblioteca Folha, 2003.

HABERMAS, Jürgen. Diagnósticos do tempo, seis ensaios. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2005.

HUXLEY, Aldous. Admirável mundo novo. Porto Alegre: Editora Globo, 1979.

JAMESON, Fredric. Archeologies of the future: The desire called utopia and other science fictions. London: Verso, 2007.

KOSELLECK, Reinhart. Crítica e crise: uma contribuição à patogênese do mundo burguês. Rio de Janeiro: EDUERJ; Contraponto, 1999

KOSELLECK, Reinhart. Estratos do tempo: estudos sobre história. Rio de Janeiro: Ed. Puc-Rio; Contraponto, 2004.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado: contribuição semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Ed. Puc-Rio; Contraponto, 2006.

MORRIS. William. Notícias de lugar nenhum. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2002.

MURAKAMI, Haruki. 1Q84. Livro 1. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2009.

MURAKAMI, Haruki. 1Q84. Livro 2. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2009.

MURAKAMI, Haruki. 1Q84. Livro 3. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2010.

ORWELL, George. 1984. London: Penguin Books, 1989.

WELLS, H. G. A modern utopia. London: Penguin Books, 2005.

WILLIAMS, Raymond. Cultura e sociedade: de Coleridge a Orwell. Trad. Vera Joscelyne. Petrópolis: Editora Vozes, 2011.

WHITE, Hayden. Meta-história: a imaginação histórica no século XIX. São Paulo: EDUSP, 2008.

ZAMYATIN, Yevgeni. Nós. Lisboa: Antígona, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2317-2096.25.3.147-160

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Rafael da Cunha Duarte Francisco



Aletria: Revista de Estudos de Literatura
ISSN 1679-3749 (impressa) / ISSN 2317-2096 (eletrônica)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.