Notícias

A Teoria Literária em balanço: repensando as tendências dos séculos XX e XXI

 

Nos anos de 1910, um grupo heterogêneo de estudiosos russos encarou a Literatura como um objeto singular de pesquisa. Esses pensadores ficaram conhecidos pelo título genérico de Formalismo Russo. Ao longo dos novecentos, diversas tendências se posicionaram, como Estilística, New Criticism, Filologia, Estruturalismo, Estética da Recepção, Pós-Estruturalismo, Estudos Culturais, Crítica Liberal, entre outas, evidenciando a importância do raciocínio teórico e crítico para os Estudos Literários. Nos anos 2010, completando o primeiro centenário do movimento que se propôs refletir sobre a singularidade da literatura, compete-nos reavaliar cada um desses pensamentos novecentistas, muitos dos quais estão em discussão ainda hoje, apontar linhas de força dos movimentos, os modos de entrelaçamento ou confronto entre o discurso crítico e teórico, ou mesmo algumas questões mais específicas ligadas a pensadores que contribuíram para as marchas e contramarchas da Teoria Literária. Nesta edição, a revista Em Tese procura fomentar o debate sobre as tendências novecentistas de Teoria da Literatura, incluindo ponderações estéticas – de outras artes ou literárias – que dialogaram com os movimentos, e contemplando reflexões sobre o que eles foram ou sobre o que continua ressoando deles, no contemporâneo. Nosso convite é para que se pensem, ainda, com a distância que nos cabe, os usos e os desdobramentos das correntes teóricas e críticas surgidas no século XX, abarcando considerações sobre o modo como hoje a crítica e a teoria, ainda que com contornos outros e com diferentes modos de se envolverem, relacionam-se com a produção artística contemporânea.

 

Prazo para submissão: de 2 de agosto a 15 de novembro de 2017.

 
Publicado: 2017-08-02
 
1 a 1 de 1 itens