Tempos sombrios e mobilidades luminosas: a poesia de baixa altitude de Dahlia Ravikovitch

Jorge Alves Santana, Leila Borges Dias Santos

Resumo


Dahlia Ravikovitch, uma das poetas mais representativas da poesia hebraica contemporânea, em seu poema "Hovering at a Low Altitude” (2009) conta que descobriu um método socioestético bem simples para viver, sobreviver e atuar de modo pragmático em sua realidade pessoal e coletiva: o que supõe, entre outras camadas semânticas, sua não permanência tão próxima à terra, nem sequer em voo mais alto; que sua rede de mobilidade heterogênea também fosse construída na esfera da baixa altitude. Nesse quadro, acompanharemos e refletiremos sobre um conjunto minimamente representativo de seus poemas, cujas temáticas e engenharias poéticas nos remetem às subjetivações em fluxo na sociedade hebraica atual, no que diz respeito a sua condição multicultural e aos conflitos multiétnicos, aos lugares históricos da condição feminina, à mobilidade polifônica do povo judeu, e, sobretudo, aos parâmetros das coexistências humanas possíveis de imediato e daquelas utópicas, em tempos de globalização.

Palavras-chave


Poesia. Polifonia. Dhalia Ravikovitch.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17851/1982-3053.10.18.134-148

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




© Copyright 2007 Arquivo Maaravi: Revista Digital de Estudos Judaicos da UFMG - ISSN: 1982-3053.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.