Do sentido ao valor: relações teóricas entre a Semântica de Michel Bréal e o Estruturalismo de Ferdinand de Saussure

Cristiane Dall'Cortivo-Lebler

Abstract


Desde o ano de1916, com a publicação do Curso de Lingüística geral, os rumos dos estudos acerca da linguagem humana ganharam uma nova perspectiva graças à exposição do pensamento de Ferdinand de Saussure pelos seus discípulos. Alguns anos antes, em 1897, entretanto, outra obra fundamental, mas pouco conhecida e debatida, foi lançada ao público: o Ensaio de Semântica, de Michel Bréal. O presente trabalho traça um paralelo entre alguns conceitos apresentados nas obras Curso de Linguística geral e Escritos de Lingüística geral, atribuídas a Ferdinand de Saussure, e o Ensaio de Semântica, de Michel Bréal, a fim de verificar em que medida é possível estabelecer relações entre os teóricos. A hipótese apresentada é de que o compartilhamento de ideias entre os linguistas, em Paris, bem como o momento histórico em que ambos desenvolveram suas pesquisas foram decisivos para a formulação de suas teorias acerca da linguagem.


Keywords


Ferdinand de Saussure; Michel Bréal; história das ideias linguísticas.

References


AARSLEFF, Hans. Bréal, la sémantique et Saussure. Histoire Épistémologie Langage. De la grammaire à la linguistique, Paris, t. 3, fasc. 2, p. 115-133, 1981. DOI: 10.3406/hel.1981.1077.

ARRIVÉ, Michel. Em busca de Ferdinand de Saussure. São Paulo: Parábola, 2010.

BOUISSAC, Paul. Saussure: um guia para perplexos. Petrópolis: Vozes, 2012.

BRÉAL, Ensaio de Semântica. São Paulo: Fontes/Educ,1992.

CÂMARA Jr., Joaquim M. Princípios de Linguística Geral. Rio de Janeiro: Livraria acadêmica, 1969.

CÂMARA JR., Joaquim M. História da Linguística. Petrópolis: Vozes, 1975.

DALL CORTIVO-LEBLER, Cristiane. A teoria da argumentação na língua e sua relação com Platão, Saussure e Benveniste: breve discussão epistemológica. Filologia e Linguística Portuguesa, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 331-364, jul./dez. 2014.

DEPECKER, Loïc. Compreender Saussure a partir dos manuscritos. Petrópolis: Vozes, 2012.

DUCROT, Oswald. Logique, structure, énonciation. Paris: Minuit, 1989.

GODEL, Robert. Les sources manuscrites du Cours de Linguistique Générale de Ferdinand de Saussure. Genève: Libraire Droz, 1969.

GUIMARÃES, Eduardo. A linguística é uma ciência histórica? In: BRÉAL, Michel. Ensaio de semântica. São Paulo: EDUC, 1992.

LYONS, John. Introdução à linguística teórica. São Paulo: Ed. Nacional: Ed. Universidade de São Paulo, 1979.

PICKERING, William. A influência de Darwin na teoria linguística como um prelúdio às abordagens “evolucionárias” no século 21. In: BERNARDO, Sandra; AUGUSTO, Marina R. A.; VASCONCELLOS, Zinda. Linguagem: teoria, análise e aplicações (6). Rio de Janeiro: Programa de Pós-Graduação em Letras, 2011.

SAUSSURE, Ferdinand de. Écrits de Linguistique Générale. Paris: Gallimard, 2002.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Linguística Geral. São Paulo: Cultrix, 2006.

SEIDE, Márcia Sipavicius. A semântica de Michel Bréal: recontextualização, fortuna crítica e aplicação. 2006. Tese (Doutorado em Letras) - FFLCH-USP, São Paulo, 2006.

SEIDE, Márcia S. A Semântica de Michel Bréal: uma abordagem baseada no uso. Cadernos do IL, Porto Alegre, n. 44, p. 97-116, jun. 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.25.4.1965-1987

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2017 REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional