Valoração e variações semânticas em estágios narrativos de Eveline, de James Joyce: um estudo de reinstanciações / Appraisal and semantic variation in narrative stages of Eveline, by James Joyce: a study of re-instantiations

Natalia Cristofaro

Abstract


Resumo: Este trabalho investiga as ocorrências de valoração (MARTIN, WHITE, 2005) em um texto literário escrito em língua inglesa e a reinstanciação da valoração em traduções para o português brasileiro. Esta pesquisa tem como objetivo investigar as ocorrências de valoração por estágios narrativos em excertos do conto Eveline, de James Joyce, e suas variações semânticas em duas traduções distintas para o português brasileiro. O trabalho se calca no arcabouço do sistema de valoração e adota o conceito literário de estágio (ROTHERY, STENGLIN, 1997) para o estudo das ocorrências. A metodologia utilizada foi semiautomática e envolveu três passos principais: seleção dos excertos de cada estágio narrativo e seus correspondentes nos textos-traduzidos; inserção e anotação dos excertos em planilhas eletrônicas; e comparação entre ocorrências de valoração entre os textos a fim de possibilitar a identificação de variações semânticas nas reinstanciações. Os resultados alcançados indicam a ocorrência de valorações com configurações similares, alinhadas a orientações de valor. Variações semânticas foram devidas majoritariamente a variações em acoplamento e calibragem nos subsistemas de atitude, carga e gradação. O subsistema de gradação foi especialmente produtivo no estudo de variações, devido ao não-acoplamento ou calibragem em menor grau nas ocorrências valorativas nas reinstanciações. A análise valorativa revelou-se produtiva para a identificação de valorações com configurações similares e de variações semânticas em textos traduzidos.

Palavras-chave: valoração; reinstanciação; variações semânticas; Eveline.

Abstract: This study investigates occurrences of appraisal (MARTIN, WHITE, 2005) in a literary text written in English and the re-instantiation of appraisal in translations to Brazilian Portuguese. This study aims to analyze appraisal occurrences in excerpts of the short story Eveline by James Joyce, and semantic variation in two distinct translations to Brazilian Portuguese. Analysis is based on the appraisal system’s framework and adopts the literary concept of stage (ROTHERY, STENGLIN, 1997). The adopted methodology was semi-automatic and involved three main steps: selection of excerpts from each narrative stage and their correspondent excerpts in the translated texts; insertion of texts in electronic sheets and annotation; and comparison of appraisal occurrences between texts in order to enable the identification of semantic variations in the re-instantiations. Results indicate the occurrence of evaluations with similar configurations, which were aligned to value orientations. Semantic variation was due mainly to different coupling and commitment of the attitude, loading and graduation subsystems. graduation was especially productive due to non-coupling or commitment in lesser degree in appraisal occurrences in the re-instantiations. appraisal analysis was shown to be productive for the identification of occurrences with similar configurations and semantic variation in translated texts.

Keywords: appraisal; re-instantiation; semantic variation; Eveline.


Keywords


valoração; reinstanciação; variações semânticas; appraisal; re-instantiation; semantic variation; Eveline.

References


BLAUTH, T. A paisagem indizível em duas traduções brasileiras de Heart of Darkness: uma análise de estilo com base em corpus. 2015. 138 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015.

DIAS, C.; MAGALHÃES, C. M. Intervenção tradutória em textos literários: um estudo da apresentação da fala e da avaliação. Belas Infiéis, Brasília, v. 6, n. 1, p. 103-122, 2017.

CRISTÓFARO, N. Variações semânticas em duas reinstanciações de Eveline e The Dead para o português: um estudo baseado no sistema da valoração. 2018. 224f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.

JOYCE, J. Dubliners. [S.l.]: Wordsworth Editions, 2001.

JOYCE, J. Dublinenses. Tradução de Hamilton Trevisan. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1964.

JOYCE, J. Dublinenses. Organização e tradução de José Roberto O’Shea. São Paulo: Hedra, 1993.

MACKEN-HORARIK, M. Appraisal and the Special Instructiveness of Narrative. Text, Canberra, v. 2, n. 23, p. 285-312, 2003. DOI: https://doi.org/10.1515/text.2003.012

MACKEN-HORARIK, M.; ISAAC, A. Appraising Appraisal. In: THOMPSON, G.; ALBA-JUEZ, L. Evaluation in Context. Amsterdã: John Benjamins Publishing, 2014. p. 67-92. DOI: https://doi.org/10.1075/pbns.242.04mac

MAGALHÃES, C. M. Estra: um corpus para o estudo do estilo da tradução. Cadernos de Tradução, Florianópolis, v. 2, n. 34, p. 248-271, 2014. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2014v2n34p248

MARTIN, J. Genre, Ideology and Intertextuality: A Systemic Functional Perspective. Linguistics and the Human Sciences, Sheffield, UK, v. 2, n. 2, p. 275-298, 2006.

MARTIN, J. Semantic Variation: Modelling System, Text and Affiliation in Social Semiosis. In: BEDNAREK, M; MARTIN, J. (Ed.). New discourse on language: Functional Perspectives on Multimodality, Identity and Affiliation. Londres; Nova York: Continuum, 2010. p. 1-34.

MARTIN, J.; ROSE, D. Working with Discourse: Meaning Beyond the Clause. Londres: Continuum, 2007.

MARTIN, J., ROSE, D. Genre Relations: Mapping Culture. Londres: Equinox, 2008.

MARTIN, J.; WHITE, P. Language of Evaluation: Appraisal in English. Nova York: Palgrave MacMillan, 2005. DOI: https://doi.org/10.1057/9780230511910

MUNDAY, J. Evaluation in Translation: Critical Points of Translator Decision-Making. Londres; Nova York: Routledge, 2012. DOI: https://doi.org/10.4324/9780203117743

ROSA, A. Narrator Profile in Translation: Work-in-Progress for a Semi-Automatic Analysis of Narratorial Dialogistic and Attitudinal Positioning in Translated Fiction. Linguistica Antverpiensia, Antwerp, v. 7, p. 227-248, 2008.

ROTHERY, J.; STENGLIN, M. Entertaining and Instructing: Exploring Experience Through Story. In: CHRISTIE, F; MARTIN, J. R. (Ed.). Genre and Institutions: Social Processes in the Workplace and School. Londres: Continuum, 1997. p. 231-263.

SOUZA, L. Interlingual Re-Instantiation: A New Systemic Functional Perspective on Translation. Text&Talk, Berlin, v. 4-5, n. 33, p. 575-594, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.27.3.1259-1294

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c) 2019 Natalia Cristofaro

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional    

Image result for fapemig

Grant #APL-00427-17 (2018-2019)