A interação retórico-discursiva e suas múltiplas variáveis

Melliandro Mendes Galinari

Abstract


O presente artigo procura construir uma visão de conjunto acercados elementos envolvidos numa interação retórico-discursiva e suasrespectivas designações teórico-conceituais. A enunciação, vista sobuma ótica argumentativa e entendida como um processo comunicativoestabelecido entre uma instância de produção e outra de recepção dodiscurso, institui-se pela atuação de inúmeras variáveis. Comoexemplo, pode-se citar os próprios argumentos veiculados pelodiscurso (logos, ethos e pathos), as modalidades possíveis de adesão(teses, ações e emoções), o gênero discursivo/textual e uma série defatores situacionais (orador, auditório, elementos dóxicos,características sócio-históricas, etc.). O artigo, enfim, salienta aimportância de se levar em consideração, conjuntamente, taiselementos durante uma análise discursiva e procura aproximar aAnálise do Discurso da Retórica e da Sofística.

Keywords


Análise do Discurso; Argumentação; Retórica; Sofística.

References


AMOSSY, Ruth. L’argumentation dans le discours. Deuxième édition. Paris: Armand Colin, 2006.

AMOSSY, Ruth. Les Idées Reçues. Sémiologie du Stéréotype. Paris: Nathan, 1991.

AMOSSY, Ruth; PIERROT, Anne Herschberg. Stéréotypes et Clichés: langue, discours, société. Paris: Nathan, 1997.

ANSCOMBRE, Jean-Claude; DUCROT, Oswald. L’argumentation dans la langue. Bruxelles: Mardaga, 1983.

CHARAUDEAU, Patrick. Le contrat de communication de l’information médiatique. In: Le Français dans le Monde. Paris: Hachette/Edicef, Juillet 1994, numéro spécial, p. 8-19.

CHARAUDEAU, Patrick. Grammaire du Sens et de l’Expression. Paris: Hachette, 1992.

CHARAUDEAU, Patrick. Langage et Discours. Paris: Hachette, 1983

GALINARI, Melliandro Mendes. A Era Vargas no Pentagrama: dimensões político-discursivas do canto orfeônico de Villa-Lobos. 2007. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, UFMG, Belo Horizonte, 2007a.

GALINARI, Melliandro Mendes. As Emoções no Processo Argumentativo. In: MACHADO, I. L.; MENEZES, W.; MENDES, E. As emoções no discurso. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007b. p. 221-239.

GALINARI, Melliandro Mendes. Os Hinos Cívicos de Villa-Lobos e a Era Vargas: uma abordagem modular em Análise do Discurso. In: MARINHO, J. H. C.; PIRES, M. S. de O.; VILLELA, A. M. N. Análise do Discurso: ensaios sobre a complexidade discursiva. Belo Horizonte: CEFET, 2007c. p. 67-86.

LESSA, Cláudio Humberto. Marcação e Destituição de Identidade Político-Discursiva em Ensaios de Intelectuais de Esquerda: Valores, Imaginários e a Projeção de Auto e Hetero-Imagens. 2009. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, UFMG, Belo Horizonte, 2009.

MACHADO, Ida Lucia; MENEZES, William; MENDES, Emília. As Emoções no Discurso. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007.

MACHADO, Ida Lucia. Uma Teoria de Análise do Discurso: A Semiolinguística. In: MARI, Hugo; MACHADO, Ida Lucia; MELLO, Renato de. Análise do Discurso: Fundamentos e Práticas. Belo Horizonte: NAD/FALE/UFMG, 2001. p. 39-62.

MAINGUENEAU, Dominique. L’Analyse du Discours: introduction aux lectures de l’archive. Paris: Hachette, 1991.

MARINHO, Janice Helena Chaves; PIRES, Maria Sueli de Oliveira; VILLELA, Ana Maria Nápoles. Análise do Discurso: ensaios sobre a complexidade discursiva. Belo Horizonte: CEFET, 2007.

MENEZES, William Augusto. Um Pouco sobre as Emoções no Discurso Político. In: MACHADO, Ida Lucia; MENEZES, William; MENDES, Emília. As Emoções no Discurso. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007. p. 310-328.

MORTARA GARAVELLI, Bice. Ricognizioni. Retorica, grammatica, analisi di testi, Napoli, Morano, 1995.

PÊCHEUX, Michel. Análise automática do discurso (AAD-69). In: GADET, F. e HAK, T. Por uma Análise Automática do Discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Unicamp, 1997. p. 61-161.

PERELMAN, Chaïm; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado da Argumentação: a Nova Retórica. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

PINTO, Maria José Vaz. A Doutrina do Logos na Sofística, Lisboa, Edições Colibri/Instituto de Filosofia da Linguagem, 2000.

PLANTIN, Christian; DOURY, Marianne; TRAVERSO, Véronique. Les Émotions dans les interactions. Lyon: Presses universitaires de Lyon, 2000.

PLANTIN, Christian. L’argumentation. Paris: Seuil, 1996.

ROMILLY, Jacqueline de. Les Grands Sophistes dans l’Athènes de Périclès. Paris: Éditions de Fallois, 1988.

ROULET, Eddy; FILLIETTAZ, L.; GROBET, A. Un modèle et un instrument d’analyse de l’organisation du discours. Bern: Lang, 2001.

ROULET, Eddy; PIRES, Sueli. Uma Visão Modular da Complexidade Discursiva. In: MARI, Hugo; MACHADO, Ida Lucia; MELLO, Renato de. Análise do Discurso: Fundamentos e Práticas. Belo Horizonte: NAD/FALE/UFMG, 2001. p. 63-91.

SAITTA, Giuseppe. L’Illuminismo della Sofistica Greca. Milano: Fratelli Bocca, 1938.

SOUSA, Ana Alexandre Alves de; PINTO, Maria José Vaz. Sofistas: Testemunhos e Fragmentos. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 2005.

TOULMIM, Stephen. E. The uses of argument. Cambridge: Cambridge University Press, 1958.

UNTERSTEINER, Mário. I Sofisti. Milano: Bruno Mondadori, 2008.

UNTERSTAINER, Mario. Sofisti: Testimonianze e Frammenti, Firenze, La Nuova Italia, 1967.

VIGNALI, Daniele. I Sofisti: Retori, Filosofi ed Educatori. Roma: Armando Editore, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.17.2.161-188

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c)



e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional    

Image result for fapemig

Grant #APL-00427-17 (2018-2019)