Análise de cinco vocábulos recorrentes e preferenciais na obra As mulheres de Tijucopapo, de Marilene Felinto

Grace Gonçalves Grigoleto, Diva Cardoso de Camargo

Abstract


O presente artigo tem por objetivo analisar cinco vocábulosconsiderados recorrentes e preferenciais na obra As mulheres deTijucopapo, de Marilene Felinto. A metodologia situa-se no campoda Linguística de Corpus (estudos de BERBER SARDINHA, 2003,2004); e também se apoia na fortuna crítica da autora (FIORUCCI,2009; JACOMEL, 2008; SANTOS, 2005; entre outros). Apesquisa foi realizada por meio de uma combinação de análisessemimanuais e de análises computadorizadas. Inicialmente,utilizamos o programa WordSmith Tools para obter a frequênciadas palavras na obra de Felinto. Em seguida, utilizamos a ferramentaKeyWords para identificar quais seriam as palavras-chave presentesno romance. Após esse levantamento, recorremos à fortuna críticade Felinto e definimos cinco vocábulos considerados preferenciaisda autora: “homem”, “mulheres”, “chuva”, “amor” e “égua”. A análisedos vocábulos junto de seu cotexto revela a visão de Felinto de umarealidade violenta e triste do seu Nordeste.

Keywords


Linguística de Corpus; Literatura Brasileira; Marilene Felinto; Vocábulos Recorrentes e Preferenciais.

References


ALMEIDA, L. A solidão das mães-meninas-sem-mãe: uma leitura de As mulheres de Tijucopapo de Marilene Felinto. Espéculo. Revista de Estudios Literarios. Madrid: Universidad Complutense de Madrid, 2006. Disponível em: A:Lélia Almeida A solidão das mães-meninas-sem-mãe_ Uma leitura de ‘As Mulheres de Tijucopapo’ de Marilene Felinto - nº 33 Espéculo (UCM).mht. Acesso em: 15 jun. 2008.

ARAÚJO, Adriana de Fátima Barbosa. Migrantes nordestinos na literatura brasileira. 2006. 182 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Letras – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

BAILEY, Cristina Ferreira-Pinto. O corpo e a voz da mulher brasileira na sua literatura: o discurso erótico de Márcia Denser. Revista discente do Centro de Estudos Linguísticos e Literários da Universidade Federal de Ouro Preto, n. 00, 2010, p. 17-26. Disponível em: htextotraduzidoF://www.ichs.ufop.br/cell/revista/pdf/modelo_1_ cell_n_0_2010.pdf. Acesso em: 15 dez. 2010.

BAKER, M. Corpora in translation Studies: na overview and some suggestions for future Research. Target, Amsterdã, John Benjamins, v.7, n.2, 1995.

BERBER SARDINHA, T. Linguística de Corpus. São Paulo: Manole, 2004.

BERBER SARDINHA, T. Linguística de Corpus: histórico e problemática. D.E.L.T.A., São Paulo, p. 323-367, v. 16, n. 2, 2000.

BERBER SARDINHA, T. Uso de corpora na formação de tradutores. D.E.L.T.A., São Paulo, v. 19, n. especial, p. 43-70, 2003.

FELINTO, M. Jornalisticamente incorreto. Rio de Janeiro: Record, 2000.

FELINTO, M. As mulheres de Tijucopapo. 3. ed. Rio de Janeiro: Record, 2004. 188 p.

FIORUCCI, Rodolfo. A revista Caros amigos e os governos FHC e Lula: nova imprensa alternativa, política e publicidade. 2009. 249 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Estadual Paulista, Assis, 2009.

GONÇALVES, Lourdes Bernardes. A linguagem como instrumento de construção da identidade em As mulheres de Tijucopapo. Revista de Letras, v. 1/2, n. 23, jan-dez, 2001.

JACOMEL, Mirele Carolina Werneque. Na contramão da ordem vigente: a mulher no contexto da ditadura militar em tropical sol da liberdade, de Ana Maria Machado. Maringá, 2008.

SANCHEZ, A.; CANTOS, P. Cumbre - Curso de Espanol. Madri: SGEL, 1996.

SANTOS, Carmen Sevilla Gonçalves. As Mulheres de Tijucopapo e A Hora da Estrela: os entre-lugares onde Rísia e Macabéa (não) se encontram. Revista Investigações – Teoria da Literatura, v. 18, n. 1, p. 151-171, jan. 2005.

SCHMIDT, Simone Pereira. Cravo, canela, bala e favela. Revista Estudos Feministas [online], v. 17, n. 3, p. 799-817, 2009. Disponível em: htexto traduzidoF://www.scielo.br/pdf/ref/v17n3/v17n3a10.pdf. Acesso em: 3 dez. 2010.

SINCLAIR, J. Corpus, Concordance, Collocation. Hong Kong: Oxford University Press, 1991.

SINCLAIR, J. McH. Beginning the study of lexis. In: BAZELL, C. E. In memory of J. R. Firth. Londres: Longman, 1966.

VIEIRA, Solange Kate Araújo. As mulheres de Tijucopapo: a escrita da dor. Revista de Letras, v. 1-2, n. 23, jan/dez, 2001.

WANDERLEY, Márcia Cavendish. Controvérsias sobre mestiçagem no Brasil em Marilene Felinto. Terceira margem. Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Literatura. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Centro de Letras e Artes, Faculdadede Letras, Pós-Graduação, Ano XIII, n. 20, jan-jul, 2009.

XAVIER, Elódia. O corpo a corpo na literatura brasileira: a representação do corpo nas narrativas de autoria feminina. In: BRANDÃO, Izabel; MUZART, Zahidé (Org.) Refazendo nós. Florianópolis: Mulheres, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2237-2083.19.2.141-165

Refbacks

  • There are currently no refbacks.
';



Copyright (c)



e - ISSN 2237-2083 

License

Licensed through  Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional    

Image result for fapemig

Grant #APL-00427-17 (2018-2019)