O mito de Pelé, ou: 'um desvendamento do Ser'

Clemens van Loyen

Resumo


Minha contribuição parte de um ensaio pouco conhecido de Vilém Flusser, intitulado “Peleologia”, publicado no Suplemento Literário de O Estado de São Paulo em 04 de julho de 1964. Este ensaio tem um lugar de destaque no pensamento flusseriano. Argumento que ele está no limiar do próprio esclarecimento sobre o conceito de ‘pós-história’, como será tratado dois anos mais tarde no ensaio “Do Programa”, no qual Flusser proclama, pela primeira vez, “o fim da história”. Meu artigo visa elucidar as teias de pensamento, a dissolução e o surgimento de conceitos na obra flusseriana. Em Pelé, por exemplo, Flusser reconhece uma nova possibilidade de existência, o assim chamado ‘novo homem’, que seria também um modelo de vida para os brasileiros.


Palavras-chave


Pelé; Mito; Pós-história; Cultura; Novo homem.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. Dialektik der Aufklärung, Frankfurt a.M.: Fischer, 1998.

FERREIRA DA SILVA, Vicente. Formas do reconhecimento [1950], In: FERREIRA DA SILVA, Vicente. Obras Completas. Dialética das consciências, vol. 1, São Paulo: IBF, 1964, p. 174-181.

FLUSSER, Vilém. Peleologia. O Estado de São Paulo, 04/07/1964.

FLUSSER, Vilém. Do programa. O Diário de Riberão Preto, 12/05/1966.

FLUSSER, Vilém. Carta a Miguel Reale, 31/01/1978.

FLUSSER, Vilém. Carta a Roberto Gomes, 26/09/1980.

FLUSSER, Vilém. Kommunikologie, editado por Stefan Bollmann e Edith Flusser, Mannheim: Bollmann, 1996.

FLUSSER, Vilém. Fenomenologia do Brasileiro: Em Busca de um Novo Homem, editado por Gustavo Bernardo Krause, Rio de Janeiro: EdUERJ, 1998.

FLUSSER, Vilém. Vicente Ferreira da Silva [1963], In: FLUSSER, Vilém. Da Religiosidade: a literatura e o senso de realidade, São Paulo: Ed. Escrituras, 2002, p. 107-111.

FLUSSER, Vilém. Pós-história: vinte instantâneos e um modo de usar, São Paulo: Annablume, 2011.

FLUSSER, Vilém. Filosofia da caixa preta: ensaios para uma futura filosofia da fotografia, São Paulo: Annablume, 2011.

HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich. Phänomenologie des Geistes, Leipzig: Verlag der Dürr’schen Buchhandlung, 1907.

KOJÈVE, Alexandre. Introduction à la lecture de Hegel, Paris: Gallimard, 1947.

MARCUSE, Herbert. Der eindimensionale Mensch, Springe: zu Klampen Verlag, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2526-4494.3.1.101-111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2526-4494


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.